A “magnetosfera” da Terra desabou ontem por duas horas! Problemas à frente para todos nós!

UPDATE: Queria informar aos leitores do meu pobre blog e todos aos adoradores das varias igrejas evangélicas da apocalipse próxima futura que viram nesse episodio a vinda do juízo final, que aconteceu realmente um erro na leitura dos instrumentos.  Deixo o artigo mesmo sendo um erro e queria dar a minha personal desculpa a todos. 

No monitoramento do clima espacial, uma das questões que normalmente monitoram, é o estado da magnetosfera da Terra. Para este fim vários métodos (dados e simulações) são utilizados para determinar o estado do campo geomagnético da Terra.

Os dados numéricos, sim, eles são em tempo real, e nos ajudam a compreender o estado atual do campo geomagnético da Terra em todos os momentos. Graças a estes dados e outras características, é feita uma simulação de como a magnetosfera pode estar nos próximos minutos (modelo de simulação BASTRUS).

Magnetosfera-DURANTE-Collapse_Interstellar-Mag-reversal
UP / DOWN: modelo de simulação BATSRUS do momento em que o simulador magnetosfera desapareceu por erro por si só, não porque realmente desapareceu a magnetosfera.

Magnetosfera-DURANTE-Fechar

 

Estas simulações são produzidos de forma automatizada, sem a intervenção de qualquer pessoa. Às vezes (e não é a primeira vez que ocorre) por razões complexas, a simulação não ocorre corretamente dando erros como a mostrada. Por um longo tempo o limite da magnetosfera, o chamado magnetopausa desapareceu.

Depois consultei os valores numéricos do campo geomagnético, entre outras grande quantidade de dados,  e pudei vir com alivio, como o campo geomagnético da Terra foi suave e sem grandes alterações.

índice de DST em abril, onde podemos ver como os valores magnéticos 23th estavam corretas.
índice de DST em abril, onde podemos ver como os valores magnéticos 23th estavam corretas.

Aqui os film do acontecimento (demora um pouco para carregar). Ainda é muito cedo para ter explicações sobre isso. Eu não sei se é um erro nos instrumentos, se aconteceu de verdade considerando que a magnetosfera é muito mais fraca durante o minimo solar, mesmo que agora ainda estamos na fase teórica do máximo solar do ciclo 24. Mesmo assim sendo no máximo teórico técnico o sol se manifesta como se esteja na fase de minimo. Uma coisa está certa que tivemos auroras na Antártida e no circulo polar mesmo sem tempestades solares em curso.

http://iswa.ccmc.gsfc.nasa.gov/IswaSystemWebApp/index.jsp?i_1=581&l_1=568&t_1=77&w_1=501.333&h_1=334.333&s_1=2016-04-23%2009:27:51.0_1_300_3&i_2=578&l_2=17&t_2=159&w_2=543.333&h_2=507.333&s_2=2016-04-23%2009:27:51.0_1_300_3&i_3=579&l_3=698&t_3=367&w_3=501.333&h_3=334.333&s_3=2016-04-23%2009:27:51.0_1_300_3

Um evento sensacional e assustador aconteceu no espaço que rodeia o nosso planeta; por duas horas ontem 23/04/2016, a “magnetosfera” da terra desmoronou em torno de todo o planeta! A magnetosfera protege a Terra dos ventos solares e uma parte da radiação.

magnetosfera
Nas profundezas da terra, um núcleo derretido feroz gera um campo magnético em uma posição para defender o nosso planeta contra os ventos solares devastadoras. O campo de proteção, chamado de “magnetosfera” se estende por milhares de milhas no espaço e no seu magnetismo afeta tudo, desde a comunicação global, as migrações, os modelos  do clima. A magnetosfera é a região do espaço em torno da Terra, onde o campo magnético dominante é o campo magnético da terra, em vez do campo magnético do espaço interplanetário. A magnetosfera é formado pela interação do vento solar com o campo magnético da Terra. Esta figura ilustra a forma e o tamanho do campo magnético da Terra e como ela está mudando fustigada pelo vento solar.

magnetosfera

Foi vários milhares de anos desde que os chineses descobriram que alguns minerais magnéticos, chamadas de magnetita se alinham mais ou menos na direção norte-sul. A razão para este efeito não foi compreendido, no entanto, até 1600, quando William Gilbert publicou De Magnete e demonstrou que a Terra se comporta como um ímã gigante e a magnetite  se alinha com o campo magnético da Terra.
Depois de muitos séculos de investigação , sabe-se agora que o campo magnético da terra é bastante complexo, mas ainda assim, em grande parte, pode ser visto como um dipolo, com os pólos norte e  Sul como um ímã de barra simples, o eixo magnético da terra, o dipolo, é inclinado de cerca de 11 graus em relação ao eixo de rotação da terra.

Se o espaço fosse um vácuo, o campo magnético da Terra se estenderia ao infinito, ficando mais fraco com a distância, mas em 1951, enquanto estudava nas caudas dos cometas, Ludwig Biermann descobriu que o sol emite o que hoje chamamos o vento solar. Este fluxo contínuo de plasma, composta principalmente elétrons e prótons, com um encorpado campo magnético interage com a Terra e outros objetos do sistema solar.

A pressão do vento solar no campo magnético da Terra comprime o campo no lado diurno da Terra e se estende para uma longa cauda no lado da noite. O campo resultante da forma distorcida foi comparado com o aparecimento de água que flui ao redor de uma rocha em um córrego. No lado do dia da terra, em vez de infinitamente estendido, o campo magnético está confinado dentro de cerca de 10 raios terra do centro da terra e no lado da noite, o campo é espalhado com centenas de raios terra, bem para além da órbita da lua até 60 raios terrestres.
Enfraquecimento do campo detectado em 2014
Este campo magnético, tão importante para a vida na Terra, foi enfraquecida por 15 por cento ao longo dos últimos 200 anos. E isso, os cientistas pensam, poderia ser um sinal de que os pólos da Terra está prestes a inverter.

https://sandcarioca.wordpress.com/2016/02/09/o-campo-magnetico-da-terra-esta-em-colapso/

https://sandcarioca.wordpress.com/2015/03/20/cientistas-confirmam-mudancas-no-campo-magnetico-da-terra/

https://sandcarioca.wordpress.com/2014/07/10/o-campo-magnetico-da-terra-mostra-sinais-de-enfraquecimento-significativo/

Se ocorre uma mudança, a Terra estaria exposta a ventos solares capazes de perfurar buracos na camada de ozônio. O impacto pode ser devastador para a humanidade, as redes de energia entrariam em colapso mudando radicalmente o clima e teriam crescentes taxas de cancro na Terra.
“Este é um assunto sério”, Richard Holme, Professor de Ciências, Oceano e Ciências Ecológicas na ‘Universidade de Liverpool disse: “imagine por um momento que não haveria eletricidade para um par de meses”.

magnetosfera

O clima da Terra mudaria drasticamente. De fato, em janeiro 2014 um estudo dinamarquês tem mostrado que o aquecimento global estava diretamente relacionado ao campo magnético ao invés de emissões de CO2.
O estudo disse que o planeta está passando por um período natural de baixa cobertura de  nuvem devido ao menor número número de raios cósmicos que entram na atmosfera.

ONTEM : colapso total por duas mais de 2 horas
Ontem a manhã, às 01:37:05, hora do Leste dos Estados Unidos, que é 05:37:05 UTC, os satélites da NASA Space Weather Centro de previsão tem encontrado um colapso completo da magnetosfera da Terra! É apenas ido um pouco mais de duas horas, e retomou normalmente em torno do tempo 03:39:51 leste dos Estados Unidos, que é 07:39:51 UTC.
Isso é como NASA Space Weather registrou o evento:

Antes do colapso:  

magnetosfera

Durante o colapso:

magnetosfera

Observe a área preta, a magnetopausa é a única coisa que resta. A fronteira entre o vento solar e o campo magnético da Terra é chamado de magnetopausa. A fronteira está constantemente em movimento, como a Terra é fustigada pela mudança do vento solar. Enquanto o magnetopausa nos protege em parte pelo vento solar, está longe de ser impenetrável, e energia, massa e momento é transferido do vento solar para regiões dentro da magnetosfera da Terra. A interação entre o vento solar e o campo magnético da Terra, e a influência da atmosfera de fundo e a ionosfera, a criação de diferentes regiões de campos, plasmas, e as correntes na magnetosfera, como o plasmasphere, a corrente do circuito e cinturões de radiação. A consequência é que as condições dentro da magnetosfera são altamente dinâmicas e criam o que chamamos de “clima espacial” que pode afetar os sistemas tecnológicos e as atividades humanas. Por exemplo, os cinturões de radiação podem ter impactos sobre as operações dos satélites, e as partículas e as correntes do magnetosfera capaz de aquecer a atmosfera superior e o resultado da resistência por satélite capaz de influenciar as órbitas dos satélites de baixa altitude em órbita da Terra . Influências da magnetosfera na ionosfera também pode afetar os sistemas de comunicação e navegação.

magnetosfera

Após o colapso:

magnetosfera

Pior ainda, durante esta interrupção da magnetosfera, as setas na ‘imagem abaixo mostra uma completa inversão dos fluxos magnéticos interestelares ao redor da Terra; as setas mostram toda a energia magnética do espaço interestelar que está se movendo em direção ao Sol!
Um pouco mais de duas horas depois, a magnetosfera voltou ao normal e todo o vento de “energia magnético solar novamente fluindo para longe do sol.
Este ato de malabarismo magnético pode ter efeitos devastadores sobre a Terra. Esta não é uma pequena situação magnética; Ele é enorme. ..A Situação planetária enorme. Quando algo tão grande acontece com os campos magnéticos da terra, pode provocar terremotos, erupções vulcanicas, correntes oceânicas e marés esquisitas. A explosão de energia térmica que é capaz de passar através da magnetopausa durante esta fase no lado do dia do planeta, vai ser transformado em um grande impulso de energia térmica em áreas oceânicas expostas, aumentando a temperatura da água suficiente para causar grandes tempestades.

http://ccmc.gsfc.nasa.gov/cgi-bin/display/RT_t.cgi

Estou esperando alguma explicação da NASA sobre o que aconteceu ontem…. tomara que seja um erro dos instrumentos… se não é um erro….???

SAND-RIO

10 Comments

  1. Posted 25 abril 2016 at 12:50 AM | Permalink

    Muuuuito estranho! e até agora só vc comentou essa notícia sensacional!!!!

  2. LUCIANO
    Posted 25 abril 2016 at 11:43 AM | Permalink

    O QUE PODERIA TER CAUSADO ISSO?
    ISSO OCORRE COM FREQUÊNCIA, É NATURAL ACONTECER ISSO?
    E SE FICÁSSEMOS SEM ESSA PROTEÇÃO POR DIAS A FIO, O QUE ACONTECERIA CONOSCO?
    OBRIGADO.

  3. Sérgio
    Posted 25 abril 2016 at 5:15 PM | Permalink

    Saudações, Sand. Como vai? fiquei impressionado com essa matéria e o interessante é que eu não vi nada na mídia até o momento. Parece que está em andamento uma grande transformação na magnetosfera. Estou muito curioso a respeito deste enfraquecimento do campo magnético da terra.

  4. marcio pinto
    Posted 25 abril 2016 at 6:08 PM | Permalink

    A teoria do erro é bem mais plausível.
    Os sites que mostram o tamanho do gelo por satélite também estão alertando para o erro de medições apresentadas por satélite.
    http://arctic.atmos.uiuc.edu/cryosphere/
    https://nsidc.org/arcticseaicenews/

  5. Antonio Gomes
    Posted 26 abril 2016 at 12:06 AM | Permalink

    É bem que desconfiava de uma radiação excessiva aqui pelo Nordeste e dizem que no Sul não estava diferente; há algo muito errado com a terra, inúmeros terremotos acima de 6, 7° Richter já mostra uma grande anomalia e mais de 38 vulcões em erupção ou dando sinais de erupção deveria ter acendido aquele aviso de que algo não vai bem com nosso planeta.

  6. Antonio Gomes
    Posted 26 abril 2016 at 12:32 AM | Permalink

    “Magnetosfera da Terra que nos protege dos ventos solares e da radiação simplesmente desapareceu ao redor de todo o planeta durante duas horas.” Isso vai afetar toda terra, terremotos, vulcanismo crescente e mudança climática a toda hora acontecendo. Correntes marítimas mudando, como no Rio de Janeiro vindo do Noroeste.

  7. maecio
    Posted 20 maio 2016 at 12:49 PM | Permalink

    Nossa q interessant muito incrivel isso

  8. Posted 31 maio 2016 at 6:36 PM | Permalink

    Olá amigo, muito boa essa sua observação, na verdade lhe digo que cada vez mais tanto a ionosfera, magnetosfera e a heliosfera, irá a ver mudanças, isso já ocorre desde 21/12/12 e isso é muito bom porque haverá sim mudanças, mais isso é a libertação.

    Estamos aqui por apenas um período de tempo, não somos deste planeta isso aqui é apenas uma prisão e estamos aqui porque, aqueles que controlam esse mudam nos informar que isso é para nos proteger dos ventos e raio solares, quando isso é uma malha magnética que nos mantém preso nisso aqui.

    Espero que muito breve toda a ionosfera, magnetosfera e a heliosfera se acabem de vez. Assim como a lua se auto destrua ou suma para longe da terra, eu quero minha liberdade dessa prisão.

    • samuel cardeal
      Posted 28 junho 2016 at 1:53 PM | Permalink

      isso mesmo . concordo


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: