Algo vai acontecer em 23 de Março …

Algo vai acontecer amanha, não é a sólita propaganda evangélica do fim do mundo que nunca acontece, mas um grande buraco coronal (CH) na coroa quente do Sol vai levar a um aumento no vento solar nos próximos dias, permitindo auroras boreais moderadas penetrar o campo magnético da Terra. Isso, no entanto, será uma pequena pausa na baixa consistente da atividade solar, que começou no ano passado, permitindo assim que os raios cósmicos de penetrar na atmosfera da Terra quase livremente.

https://sandcarioca.wordpress.com/2010/07/16/a-coroa-do-sol/

A NASA escreve: ” Um grande buraco coronal vai ficar  frente Terra .”

“Buracos coronais são áreas – grandes áreas – onde o campo magnético do Sol se abre e permite que o vento solar escape”, diz NASA. “Um grande fluxo de vento solar, que vem deste buraco coronalé esperado para chegar ao planeta em 23 de março . O impacto do vento solar deve produzir atividade magnética em torno dos pólos da Terra e pode causar as primeiras auroras na primavera na parte setentrional do planeta. Fonte: NASA.

No  magnetograma HMI, o  buraco coronal hoje [19 março 2017] aparece como uma grande mancha escura no lado esquerdo (lado leste) do sol e nos próximos dias, com o sol rodando ( rotação Bartel ) será voltado para a Terra , como a seguir:

O magnetograma HMI, em 17 de Março de 2017, mostra um grande buraco escuro com uma pequena atividade magnética na superfície do Sol . O giro do sol, vai deixar o buraco coronal em frente  a terra e um forte vento solar que é composto por plasma carregado eletricamente vai investir o nosso planeta. Fonte:  sohowww.nascom.nasa.gov/sunspots/

Embora não tenha havido nenhuma atividade devido a manchas solares durante duas semanas, isso indica que raios cósmicos galácticos (GCRS) tem facilmente alcançado a atmosfera da Terra. Agora, estes raios cósmicos galácticos serão desviado temporariamente  da terra pelo vento solar poderoso  esperado antes de retornar com o aumento dos raios cósmicos como antes.

O gráfico SILSO de 17 de março de 2017 acima, mostra a contagem diária de manchas solares ao longo dos últimos 30 dias. No início de março, houve uma queda de 55 a zero manchas, no 4 de março e 6 de março a 17. A média mensal (linha azul) tenha descido abaixo das 10 manchas solares diárias. Fonte:  sidc.oma.be/silso/home

Se isso se revelará um chamado evento Forbush, quando  temos um declínio acentuado nos raios cósmicos de alta energia, como depois de uma explosão solar e ejeção de massa coronal ( CME ) isso vamos ver nos próximos dias. O impacto pode ser monitorado em uma base diária, usando a Universidade de Oulu, na Finlândia, que mede os raios cósmicos  galácticos (GRC) constantemente.

Dado o número anormalmente baixo de manchas solares, desde o início de 2016, a intensidade do GRC aumentou significativamente:

OULU: O gráfico acima mostra a força diária dos  raios cósmicos galácticos (GCR) como uma percentagem do valor médio de janeiro 2015  até o 17 de março de 2017, na parte superior direita. Por causa das manchas solares cada vez mais fracos os raios cósmicos galácticos têm aumentado significativamente desde 2015. A pausa temporária em Junho de 2015 foi causado por um chamado evento Forbush, onde os fortes ventos solares  fizeram de escudo  para a Terra contra os raios cósmicos  . Fonte:  cosmicrays.oulu.fi/

O escudo protetor da Terra contra os raios cósmicos são capazes de formar gotículas de nuvem durante os ventos solares, que vem do buraco coronal, ele será apenas temporário. Lembremo-nos de que o CERN disse que os raios cósmicos aumentam a formação de nuvens de 100 vezes.

O mínimo solar desde 2019/2020 trará raios cósmicos extras , auroras rosa e muito mais .

26 de dezembro de 2016: O dia  de Natal do 2016 foi um show fantástico de auroras no Círculo Ártico. Uma grande parte destes eram rosa. James Helericks enviou esta foto do delta do rio Colville, no Alaska do Norte. Fonte:  auroras rosa

Vamos continuar a monitorar  o Sol e se ‘ele’ vai prosseguir com a falta de manchas solares,  excluindo os buracos coronais, como aconteceu em fevereiro de 2017:  Eastern Membro da Sun 18 de fevereiro e 19 de 2017 – YouTube .

SAND-RIO

Anúncios

6 Comments

  1. Rogério
    Posted 24 março 2017 at 3:20 PM | Permalink

    Olá SandRio.

    Gostaria de sugerir a você que criasse uma página no Facebook para divulgar as publicações desse site, tenho certeza que conseguiria atingir um público ainda maior por lá. Além disso, o face é um ambiente que proporciona maior interação das pessoas com as postagens, facilita o esclarecimento de dúvidas e fomenta o debate. Fica a dica.

    Abraços

    • Posted 25 março 2017 at 12:49 AM | Permalink

      Rogerio agradeço pela dica mas eu não tenho tempo para responder no facebook… Quase não respondo nem aqui….E os meus 800 leitores que tenho todos os dias já são bastante porquê quero só pessoas que usem o cérebro próprio e não aqueles que nem sabem o que é um livro. Se vc quer pode publicar no seu facebook os artigos que publico. E por ultimo, não sou brasileiro e muitas vezes faço erros escrevendo e isso pelos idiotas de plantão não seria bem aceito… aqui tudo mundo sabe disso e os meus ‘horrores’ são aceitados com o coração sempre grande dos brasileiros.

  2. José
    Posted 25 março 2017 at 1:29 AM | Permalink

    O facebook é uma lata de lixo com um monte de porcarias aparecendo sem parar. Os sites que decidimos seguir não são mostradas as notificações, só coisas pagas, fofocas, fotos aleatórias, vídeos religiosos, políticos, piadas ou pessoas sempre sorridentes. Dizem que só 5% dos seguidores recebem as notificações do que é postado pelos sites que devido seguir. Eles tem que pagar para que seus seguidores recebam as notificações. Sand-rio, acesso frequentemente seu blog e gosto muito de seu trabalho, parabéns!

  3. Antonio Muniz Gomes
    Posted 25 março 2017 at 12:38 PM | Permalink

    Bem é muito ruim saber que os raios cósmicos é que estão cada vez mais fortes. Isso pode gerar radiação espacial dentro de nossa atmosfera e desequilíbrio na natureza e na saúde da pessoas.

    • Marcio Pinto
      Posted 27 março 2017 at 12:39 AM | Permalink

      Pois é, principalmentepPara os astronautas que estão na estação especial e para pilotos de avião. Felizmente a atmosfera barra a maioria dos raios cósmicos antes de chagarem ao chão.

      • Antonio Muniz Gomes
        Posted 27 março 2017 at 6:41 PM | Permalink

        Márcio ainda há o problema de nosso campo magnético já esta ficando mais fraco devido a mudança de polaridade. Isso ainda piora a situação.


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: