Estamos entrando no minimo solar com muito anticipo?

Hoje 20 de março estamos com o decimo quinto dia consecutivo spotless (sem manchas) no Sol que parece em grande dificuldade magnética.

São 50 dias sem manchas desde junho 2016. Números que começam a causar preocupação entre os especialistas e não, por causa da distância considerável teórica do mínimo, que para todos é previsto em pelo menos 36 meses. Em seguida, haverá o mínimo solar real, e aqui vocês podem ver algo desagradável com possíveis 6/7 anos sem manchas. Em seguida, começará o ciclo de 25 e veremos como será.  As primeiras indicações são para um ciclo mais fraco do ciclo 24 … vamos ver, por agora nós estamos indo para alguma coisa que sabemos muito pouco.   Enquanto isso, acompanharemos a descida para o mínimo que parece muito interessante e ao mesmo tempo angustiante …..

Enquanto isso, os dias como o de hoje com o disco solar ‘limpo’ vai se tornar a norma e  primeiro o tempo e depois o clima será afetado também acentuadamente nos próximos anos.

Outros índices solares importantes:

O índice de fluxo solar relacionado com as manchas solares, hoje, às 17.00 (últimos dados disponíveis) foi ligeiramente superior em 72,4 SFU do que a de 71,4 no dia anterior à mesma hora. Um valor considerado muito fraco e é um valor de mínimo solar cheio.

Os raios X  são muito fracos, neste momento de classe A 5.3, enquanto os prótons são lisos.

O vento Solar abaixo da média a 326,6 km / s.

Nos próximos meses / anos nos espero muitas surpresas do sol…. e não só do Sol.

Aqui a contagem do ente oficial Sisco na Bélgica até ontem:

SAND-RIO

Anúncios

4 Comments

  1. Antonio Muniz Gomes
    Posted 20 março 2017 at 10:26 PM | Permalink

    É vai ser muito bom ver um sol mais calmo.O frio ainda não largou o Hemisfério Norte. Nova York essa semana ficou debaixo de nevasca pesada.

  2. Marcio Pinto
    Posted 21 março 2017 at 12:19 AM | Permalink

    Por falar em frio, uma coisa interessante que vi sobre a base americana Amundsen-Scott é que eles estão com temperaturas comuns para junho já em março. Imagine quando o inverno chegar esse ano.

  3. Posted 21 março 2017 at 2:36 PM | Permalink

    …. e o mar vai virar sertão…

  4. Leandro Leite
    Posted 23 março 2017 at 1:12 PM | Permalink

    Me chateia é essa ameaça de retorno do El Niño ainda este ano, tá muito cedo, há um ano ainda tínhamos um Super El Niño, um El Niño voltar no ano seguinte ao fim do outro aconteceu duas vezes seguidas na década passada, entre 2002 e 2006 tivemos três, mas foram de fraca a moderada intensidade, somente três dos 10 anos dos anos 2000 não tiveram El Niño em nenhum mês (2000,2001 e 2008), se já não é comum El Niño voltar um ano após o fim de outro como aconteceu entre 10 e 15 anos atrás, mais incomum ainda é após um Super El Niño, 1984 e 1999 foram anos de La Niña, historicamente 2017 também devia ser, mas quem sabe um El Niño fraco a moderado sirva para puxar uma Super La Niña em 2018 para que no próximo ano tenhamos um novo 2013 com muito frio, além de muita chuva no Nordeste.


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: