Hoje é um outro dia com o Sol spotless.

Com hoje são 28 dias com o Sol spotless (sem manchas) nesse ano,  claramente estou me referindo a contagem oficial da SIDC, mas tenham em mente que os dias sem manchas solares só começaram em junho de 2016, e hoje estamos a 32 meses desde o máximo solar que ocorreu em abril de 2014.

Por esta razão, como veremos passar os meses e que nos aproximamos do mínimo solar, vamos ver mais e mais dias sem manchas.

Se em vez disso vamos dar uma olhada na contagem de Laymans Sunspot Contagem , a contagem que reflete quase fielmente aquela dos séculos passados, então os dias sem manchas solares são cerca de 79 esse ano.

O minimo solar avança  muito rapidamente e o sol está ficando mais fraco, onde isso vai levar? Certamente em um período de mínimo solar muito profundo de alguns anos. Quantos? É difícil dizer, eu ainda acho que, pelo menos, 2/3 anos e então será interessante observar o início do ciclo solar 25, sempre que o Sol vai ter a força e o poder magnético para ser capaz de crescer!

Ainda hoje a imagem que nós a sonda SDO enviar é essa …. Sol impecável….

 

a imagem do disco solar, enviada a partir do SDO (Solar Dynamics Observatory) da NASA

Como já tive ocasião de observar, a SIDC , organismo oficial para a recolha de dados globais, no que diz respeito às manchas solares, no dia de hoje conta zero, como podemos ver abaixo a partir da contagem desta manhã para o dia de hoje 16 de dezembro de 2016:

http://www.sidc.be/silso/DATA/EISN/EISN_current.txt

 

Outros índices solares

O índice  do fluxo solar relacionado com as manchas solares, ontem às 22h00 (últimos dados disponíveis) foi de 72,1 SFU. Um valor muito fraco, assim fraco como podemos ver só durante a fase de menimo solar.

Os raios X  são classe A  muito fraca, mesmo prótons muitos fracos.

O vento solar muito abaixo da média de 376,0 km / s.

Colapso magnético próximo?

Mas há mais … é estamos vendo para o futuro próximo, dada a persistência da situação, um colapso magnético que poderia anular os ciclos subsequentes. Ou seja como vou dizendo a muito tempo a prospectiva é clara de um período de 3/5 ciclos solares fracos ou fraquíssimos.

Como repeti em muitas ocasiões, nos artigos anteriores, um colapso magnético seria um evento sem precedentes na história contemporânea da física solar, colocando em causa ainda o curso completo do atual ciclo 24 e os ciclos subsequentes, resultando em aborto ou uma fase de mudança dos ciclos sucessivos . Seria o prelúdio para um mínimo muito profundo para a entrada de uma próxima fase unipolar  hemisférica  da nossa estrela que levaria a uma assimetria persistente dos dois hemisférios e um provável profundo mínimo solar como o minimo de Maunder. Esta dinâmica pode, de fato apoia a teoria dos cientistas russos, que em estudos publicados mais de uma década atrás, sobre a possibilidade de um “REVERSO POLAR INCOMPLETO” no próximo ciclo  25, e que aconteceu no Mínimo de Maunder (1645-1715).

https://sandcarioca.wordpress.com/2014/03/12/por-que-o-ciclo-solar-24-e-o-primeiro-de-um-minimo-prolongado/

Se você quiser manter-se atualizado sobre o progresso solar  nestes próximos anos que vai se tornar cada vez mais delicado, continue seguindo-me em todas as atualizações.

SAND-RIO

Anúncios

6 Comments

  1. Leandro Leite
    Posted 16 dezembro 2016 at 7:23 PM | Permalink

    O frio nos EUA este ano está bem mais forte que no ano passado na mesma época, no Brasil as vésperas do verão fez frio no sul e em São Paulo, isso pode ser explicado pela La Niña, diferente de um ano atrás que tínhamos um El Niño muito forte, mas alguma relação com um novo mínimo de maunder? Se isso vier a acontecer poderemos ter neve em Goiás em julho, pois lá registrou 4,5 C com latíssima nebulosidade em Chapadão do Céu em 2013, ou Campo Grande que baixou de 5 C com chuva na virada da década ou na serra catarinense no natal, ontem deu 2 C no Morro da Igreja com registro de chuviscos.

  2. Antonio Gomes
    Posted 18 dezembro 2016 at 4:52 PM | Permalink

    Realmente os cientistas confirmam a Antártida mesmo no verão está mais fria, e o gelo tem aumentado no oceano Antártico, o Hemisfério Norte Europa e Canadá e EUA, já sentem que esse inverno será maior do que o anterior. O Frio vai chegar mais forte até na Florida. Então senhores onde esta o aquecimento Global. As temperaturas estão variando muito entre alguns lugares muitos quentes e outros muito frios. Isso é normal perto de uma nova era Glacial.

  3. Rogério
    Posted 18 dezembro 2016 at 8:46 PM | Permalink

    SAND-RIO vamos continuar por aqui, eu particularmente não perco uma só postagem. Obrigado pelo banho de informação que nos oferece, muito difícil encontrar uma fonte informação isenta como a sua em meio a tantos conglomerados de comunicação defendendo interesses de tantas partes.

    Grande abraço

  4. Marcio Pinto
    Posted 20 dezembro 2016 at 1:43 AM | Permalink

    Quem segue esse site sabe que o resfriamento virá. Mas o mais assustador e surpreendente disso tudo é a velocidade que isso está vindo. Tomara que seja momentâneo e volte a cair numa media mais suave.
    Att.

  5. dias
    Posted 22 dezembro 2016 at 6:59 PM | Permalink

    A media deste mês esta em 24 explosões, ate hoje, e a do mês de novembro foi de mais de 70, é isto?

  6. dias
    Posted 23 dezembro 2016 at 11:42 AM | Permalink

    Queria confirmar se o calculo é simples, somar e depois dividir pelos dias…pq já não da mais 24… Mais um dia zerado


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: