ZIKA Virus e clima

Aedes aegypti em Dar es Salaam, na Tanzânia, autor Muhammad Mahdi Karim, fonte Wikimedia

O Australian Journal of Pharmacy acaba tentaram ligar a mudança climática, com o aterrorizante surto do Zika  vírus no Sul e América Central. O Virus Zika, é uma doença causada por  mosquito e tem sido implicado em um aumento de defeitos congênitos graves.

Leia mais: https://ajp.com.au/news/climate-change-could-worsen-diseases-like-zika-virus/

Leia mais: http://wwwnc.cdc.gov/eid/article/22/5/16-0023_article

É verdade que o Aedes Aegypti, o mosquito que transporta o Zika, vive em regiões tropicais e subtropicais. O aquecimento global, caso ocorra, pode aumentar a gama de aegypti. Mas existem parentes próximos ao Aegypti, como o Aedes albopictus, que pode ser tão perigoso. O Albopictus tem um alcance muito maior do que Aegypti, mas carrega doenças virais semelhantes a Aegypti. Não sabemos se Albopictus pode transportar Zika, mas esta tem de ser considerada como uma possibilidade significativa.

O Albopictus está se espalhando através de zonas temperadas da Europa, e foi detectado até o Norte  da Alemanha.

Mesmo se o Aegypti pode transportar Zika e outras doenças, eu duvido que a resposta mais eficiente de doenças transmitidas por mosquito perigoso é construir algumas turbinas eólicas.

Um bom começo para o controle de doenças transmitidas mosquito, poderia ser  de remover os obstáculos burocráticos inúteis para pulverização de  DDT, um dos mais eficazes anti-mosquito produtos químicos já desenvolvidos.

Uso do DDT foi quase banido depois de campanhas de intimidação vigorosas por grupos ambientalistas, mas esta substância muito difamada é inofensiva para os seres humanos, mas pode, talvez, causar a morte del alguns peixes e aves no topo da cadeia alimentar.  O professor Kenneth Mellanby, que fez campanha para o uso do DDT em 1940, costumava comer uma pitada substancial de DDT concentrado como parte de sua demonstração. Mellanby não sofreu quaisquer problema de saúde pelo seu consumo em massa de DDT – ele morreu em 1993, com a idade de 85 anos.

Parte da razão para que  o DDT foi e é tão popular no terceiro mundo, é que o DDT é muito fácil de produzir, uma simples reação que qualquer laboratório  pode realizar. Com alguns litros de precursores químicos, um laboratório amador poderia produzir DDT suficiente para milhares de tratamentos. Mas o DDT não é bom para as industrias que fabricam e comercializam inseticidas que todos nos compramos. O DDT é muito mas muito barato e a industria dos inseticidas poderia ir a falência… melhor ter surtos de malaria, zika vírus e suas consequências nos fetos humanos, dengue e febre amarela. Melhor ter mortos que a falência das industrias, melhor ter filhos com microcefalia que uma remota possibilidade de morte de alguns peixes ou aves. Melhor morrer de dengue ou malaria que usar o melhor inseticida do mundo.

A culpa do DDT é que muito barato e que qualquer um poderia fabricar.

O DDT apresenta grande eficiência no combate a mosquitos. Com ajuda do DDT, a malária foi banida de Portugal, da Florida, da Italia e da Espanha, entre outros. No Brasil, houve erradicação da malária em estados como Ceará,Minas Gerais e Piauí. Em 1950, o então presidente Eurico Gaspar Dutra chegou a anunciar a erradicação da dengue no Brasil, graças ao uso do DDT.

No Brasil, só em 2009 o DDT teve sua fabricação, importação, exportação, manutenção em estoque, comercialização e uso proibidos pela Lei nº. 11.936 de 14 de maio de 2009.

Desde então temos no Brasil aumento das doenças causada pelo mosquito e surtos de novas doenças.

Aqueles que estão doentes e que tinham filhos com microcefalias, ou parentes mortos pela dengue, malaria, o febre amarela, agradecam os ambientalistas burros, que salvaram,talvez, um pássaro mas não teu filho….

https://en.wikipedia.org/wiki/DDT

https://pt.wikipedia.org/wiki/DDT

 

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: