Ano 2015: o ponto de viragem! Sair da MATRIX … (3ºparte)

Piramide_maslow

 

Embora na data 1954, a pirâmide de Maslow nos dá uma dimensão das necessidades fundamentais para enfrentar  uma tentativa de desenhar um caminho para fora da MATRIX, algumas necessidades tem tomado um peso diferente, outros estão já não estão como tal, outras necessidades virtuais criados na MATRIX tem tomado o lugar daqueles NATURAIS.

Observando  a pirâmide das necessidades, você pode ver que muitos consideram um direito adquirido e delegou ao SISTEMA pelo menos uma boa parte dos dois primeiros níveis (como direitos adquiridos …). Isso tira um monte de sensibilidade para a percepção da mudança (será visto como um problema muito tarde) … enquanto nos três níveis mais elevados, no entanto, alguns elementos mudaram valor recíproco, e outros foram substituídos por necessidades VIRTUAIS induzidos pelo sistema.

Será essencial, emocionalmente, ser capaz de romper com todas aquelas coisas materiais que nos levará para longe de qualquer  mudança, alterações climáticas, não só, mas um verdadeiro colapso de SISTEMA CURRENTE … assim não há mais garantia, nenhum direito adquirido, nossas habilidades e aquelas pessoas que estão ao nosso redor.

Devemos retornar para a base da pirâmide, aos valores VERDADEIROS, toda a infra-estrutura VIRTUAL criada pelo sistema sai fora, perder tempo na tentativa de salvá-los, é de ser oprimido com o sistema.

A partir daqui, infelizmente, uma primeira seleção (NATURAL?) De pessoas entre aqueles que sentem que vem uma CRISE / mudança e que continuam a viver tranquilamente em seu mundo virtual.

Em tudo isso, quem ainda tem raízes que chegam nas necessidades imediatas pode ter uma chance de futuro, a outros seguem o colapso da MATRIX.

Consideramos que é essencial, a fim de sobreviver a estas mudanças e o colapso da própria Matrix, recriar essas áreas residenciais típicos de alguns séculos atrás … Núcleos de uma ou mais famílias em que (quase) todas as necessidades eram geridos … de zero km!

Vamos ver como podemos tentar desenhar uma pequena comunidade auto-suficiente, a partir das necessidades materiais básicas (mais fácil definir) e emocional / espiritual (muito mais complexo)

Vamos começar com o PYRAMID dissociação em 2 partes:

A parte mais Física / Material, degraus, 1 – 2 – 3

e, em seguida, o mais emocional / espiritual, os passos 4-5

 

Necessidades básicas: alimentação, Propriedade, Segurança, Família …

Como essas coisas são afetadas pela crise (não só CLIMA) em CHEGADA … em alguns casos de forma dramática.

Para ver como lidar teremos de começar a partir do passado (como outros povos têm enfrentado situações semelhantes) e uma vez que esperam um clima mais frio também olhar para os lugares mais frios.

Do passado para olhar cidades subterrâneas da Capadócia (Derinkuyu e Kaymakli) habitados por um longo tempo no período de crise é que o clima geopolítico.

CittàSotterraneeCappadocia

Em particular, fiquei impressionado com as palavras registradas em um texto sagrado antigo

O AVESTA: ” Yima construiu uma cidade subterrânea de vários andares para proteger um grupo seleto de pessoas e animais não pelo dilúvio, mas a partir de uma idade do gelo mundial “.Uma cidade subterrânea toma vantagem do gradiente geotérmico e do clima estável resultante já que é obtida a relativamente baixas profundidades.

 

La_geotermia_01_g

 

Outros edifícios antigos ou tradicionais tem explorado o mesmo princípio

como você pode ver exemplos abaixo (…) em diferentes altitudes e latitudes.

 

Do passado nuragico e etrusca …

índice ricostruzione_capanna

 

Até à data, na Islândia …

case-islândia photo175

… Têm em comum uma forte ligação com a terra, como o tanque e volante térmico.

Todas essas facilidades também respondem a uma gestão de segurança e à propriedade, embora não exatamente nos termos em que a entendemos, o mesmo para o discurso relacionado à família (estendida).

Continua a ser a produção agrícola / comida …

peru_viaggio

… E aqui você pode ver como, mesmo em condições extremas que você pode fazer muita coisa.

O que nos falta é, em parte, a capacidade de trabalhar com a mesma robustez física  de nossos antepassados.

Mas vamos a alguns exemplos modernos, então vamos ver como tentar compensar alguns dos nossos pontos fracos, em parte, com a tecnologia ainda remanescente de que vamos ter e, em parte, com novas soluções.

Em alguns casos, é importante lembrar que algumas das tecnologias em algum momento será extintas, mas pode servir para suavizar o período de transição, ou para construir hoje o que podemos fazer amanhã.

 

Soluções de habitação modernas …

os-alturas

 

Casa geminada com aquecimento solar (ar quente) e geração de energia fotovoltaica e eólica. (Casa subterrânea Cumbria) …

 

domefromair1b

Casa com a geração de energia solar e eólica, a forma de cúpula permite economias significativas de energia. http://www.dreamhillresearch.com/dome/

site para ver o desenho e quadro completo de todas as fases de construção.

554745_527862947230456_562104513_n

5951f911a9045671d5bd7bc852d31d11

Complexo Suíça com boa integração orientada para a poupança de energia, sem sacrificar a habitação standard.

http://www.erdhaus.ch/main.php?fla=y&lang=en&cont=start

 

Soluções modernas relacionadas com a agricultura

cantine1

 

f61df81f9d0e9422c1089f090b7b5428

 

Solução relacionada com a produção de energia:

dueturbinemicro-eoliche5Kw

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas as soluções apresentadas (família Mono exceto um) só respondem a algumas das necessidades que tínhamos estimados e não a todas,

Skara Brae

também um antigo centro como este (Skara Brae) é muito mais complexo.

Para criar uma pequena comunidade auto-suficiente deve integrar várias soluções em um projeto orgânico que atende a todas as necessidades, vamos discutir isso em um artigo futuro na próxima parte.

Achei que os artigos poderiam estar em 3 partes mas agora estou ciente que só 3 partes não são suficientes para tentar explicar o meu pensamento. 

Artigos já publicados:

https://sandcarioca.wordpress.com/2015/03/12/ano-de-2015-o-ponto-de-viragem-vamos-voltar-a-viver-em-cavernas-1o-parte/

https://sandcarioca.wordpress.com/2015/03/15/ano-de-2015-o-ponto-de-viragem-todos-os-problemas-sao-amplificados-com-o-frio-2a-parte/

FIM TERCEIRA PARTE

 

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: