SOLAR FLARE CLASSE X 1.6 a CME è direta para à Terra

UPDATE 3: 

O campo magnético da Terra foi perturbado em resposta à chegada da CME de 10 setembro de 2014 causada pela poderosa x1.6 explosão solar. Magnetômetros ao redor do mundo registrem um impulso repentino geomagnético às 15:55 UTC, que sinalizou a chegada do CME na Terra.

A interação com o campo geomagnético tem gerado como previsto um tipo de tempestade geomagnética G3 e não G2 como diz antes (Strong). A instrumentação do NOAA / SWPC experimentou o índice Kp = 7 às 23:02 UTC de 12 de setembro de 2014, a velocidade do vento solar chegou a 706 km / s.

Uma tempestade geomagnética Strong (G3) pode provocar alarmes falsos em alguns dispositivos de proteção, por vezes, as correções de tensão podem ser necessárias, cargas de superfície podem ocorrer em componentes de satélite ou operações espaciais, enquanto a resistência pode aumentar em satélites em baixo da órbita da Terra, com correções que possam ser necessárias para os problemas de orientação. Além disso, podem ocorrer problemas de navegação por satélite intermitente e navegação de rádio de baixa frequência, com rádio HF que podem ser intermitentes. Pode ocorrer perda de bloqueio e um erro maior na gama de sistemas de GPS. Apagões de rádio são esperados, o que pode atingir o nível de R1.

Global (6) 3

O campo magnético do CME não conseguiu desenvolver uma forte componente sul e persistente (Bz negativo). A velocidade do vento solar varia geralmente entre 600 e 700 km / s permanece uma pequena possibilidade de que o Bz podem tornar-se permanentemente para o sul, a fim de transformar até mesmo a CME mais geo-efetiva.

sw_dials 4

Auroras intensas são vistos em todo o norte da Europa, Escandinávia, Canadá e norte dos Estados Unidos.

A tempestade já  passou, em seguida, lentamente ao longo dos próximos dias, os valores voltaram ao normal.

UPDATE 2: A ejeção de massa coronal  (CME) gerado pela explosão solar x1.6 em 10 de setembro passou por a Terra às 15:55 UTC. A velocidade do vento solar, medida pela sonda ACE aumentou de 433,2 km / s, a 671,8 km / s. Um impulso repentino Geomagnetico medindo 43 nT foi detectado pelo magnetômetro de terra em Boulder, Colorado. Assim come já diz antes a “tempestade ” foi de nivel moderado  G2. A unica consequencia aconteceu com o meu sinal televisivo satellitar que saiu do ar por alguns minutos. 

Amanha ou depois de amanha vou postar as imagens da aurora boreal que são sempre lindas e sempre imagino os homens primitivos do norte da Europa vendo o céu da noite iluminado com cores fantasmagóricas e imagino os deuses que eles achavam atras desse fenômeno natural mas que para eles  era a maneira dos deuses de manifestar-se e comunicar. As imagens das auroras boreais foram  a natural consequência do deus que ele apelidarem de serpente alado e que todas as civilizações do chamanismo, ao longo de milênios, do norte Europa tiverem.

https://sandcarioca.wordpress.com/2013/10/18/chamam-olmecas-a-cultura-do-frio-em-portugues/

s

Aqui a onda quando impactou  no campo magnético terrestre… nada de muito…. impactante.

UPDATE 1: O fluxo de prótons atingem ‘nosso planeta amanhã, dia 12 de Setembro.

A tempestade magnetica será moderada de classe G2 e não teremos nenhum dano para satellites, comunicações o qualquer outro problema. Teremos uma bela aurora polar que será visível abaixo do 60 paralelo norte .
Daí o show e ‘assegurado por escandinavos e russos, e talvez até para a maioria  de alguns países mais ao sul.

Aurora_Map_N

Uma explosão solar muito semelhante ao que exatamente aconteceu ontem aconteceu em 09 de março de 2011,  quando tivemos um flare classe X 1.5 frente Terra. Em 11 de março, depois de 2 dias quando chegou a onda magnetica da ECM aconteceu um terremoto de magnitude 9 no Japão. Isso não significa que podemos “repetir um evento como esse”, em poucos dias, uma vez que não è automático, mas certamente eu não posso nem dizer que não há perigo e não posso dizer que tenho a certeza de  100% que isso não pode acontecer. A fase depois da compressão do CM terrestre (Campo magnetico terrestre) é o momento mais “perigoso”. Teremos  muita atenção, por isso, nos dias  de 13 a 16 de Setembro.

Uma explosão solar de classe x1.6  explodiu esta tarde. A erupção teve inicio  a partir da região ativa 2158, a mesma que ontem havia produzido um surto de classe M 4.5. O evento teve início às 17:21, atingiu o seu pico às 17:45 e terminou às 18:20.

A forte explosão solar também gerou uma ejeção de massa coronal (CME), e parte dele é direcionado para o nosso planeta.
E ‘esperado para chegar à Terra durante a noite de amanhã quinta feira depois da meia-noite.

enlil_com2_20140909T1600_20140912T000000 2

Xray_1m 10 de setembro de 2014 x1-6 3

Um tipo de emissões de rádio IV tipo II (velocidade de 3750 km / s)  têm sido associados com o evento. As emissões do tipo IV ocorrem em associação com grandes explosões solares e são normalmente associadas com fortes ejeções de massa coronal e tempestades de radiação solar.

SDO AIA 304 x1-6 10 de setembro de 2014 4

O alargamento, no entanto,  não deve causar nenhum problema maior,  a eletrônica e os satélites.

***

Espaço Código Mensagem Tempo: SUMX01
Número de série: 103
questão do tempo: 2014 10 de setembro de 1827 UTC

RESUMO: Raio-X evento superou X1
Hora de início: 2014 10 de setembro de 1721 UTC
Tempo máximo: 2014 10 de setembro de 1745 UTC
End Time: 2014 10 de setembro de 1820 UTC
Classe raios-X: x1.6
Classe óptica: 2b
Localização: N15E09
Escala NOAA: R3 – Fortes
Potenciais Impactos: Área de impacto consiste em grandes porções do lado iluminado da Terra, mais forte no ponto de sub-solar.
Rádio – Ampla apagão de HF área (alta frequência) de comunicação de rádio por cerca de uma hora.

***

Espaço Código Mensagem Tempo: ALTTP4
Número de série: 477
questão do tempo: 2014 10 de setembro de 1815 UTC

ALERTA: Tipo IV Rádio Emissão
Hora de início: 2014 10 de setembro de 1728 UTC
Descrição: emissões do tipo IV ocorrem em associação com grandes erupções no Sol e são tipicamente associados com fortes ejeções de massa coronal e tempestades de radiação solar.

***

Espaço Código Mensagem Tempo: ALTTP2
Número de série: 960
questão do tempo: 2014 10 de setembro de 1814 UTC

ALERTA: Tipo II Rádio Emissão
Hora de início: 2014 10 de setembro de 1727 UTC
Velocity estimado: 3750 km / s
Descrição: emissões do tipo II ocorrem em associação com erupções no Sol e, normalmente, indicam uma ejeção de massa coronal  associada com um evento de flare.

Anúncios

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: