Ano 2052 … minha imaginação ou realidade possível?

Hoje é meu aniversário de 23 anos, nasci em 2029. E no domingo eu tenho que matar 48 mil pessoas. Bela maneira de comemorar o meu aniversário ….
O major tinha me chamado de manhã, mostrando-me no mapa que nós teremos que destruir o campo de refugiados, o procedimento?… o de sempre … chegando de madrugada, cercando tudo para impedir as rotas de fuga para não ter testemunhas e nenhuma piedade e, claro, sequer pensar em poupar algum filho, mulher o idoso.
Faço parte da UP, Unidade de Limpeza e me ensinaram que eu devo sempre obedecer a ordens. Matar e destruir torna-se uma rotina para alguns, o melhor, enquanto outros se tornam depois deprimidos, ter pesadelos, e muitos cometem suicídio e muitos se mataram…. mas eu não, eu sigo na risca os ordens superiores.
Tudo é culpa da voracidade humana, o leão depois que sai da carcaça está satisfeito e deixa aos chacais os restos, o homem não, ele quer mais mais mais.
Trinta anos atrás, falava-se de aquecimento global nas conferências, os cientistas, os jornais, a televisão, só se falava disso, a terra que iria queimar, os oceanos que invadiram as planícies , as emissões de gases de efeito estufa, eles disseram que era suficiente apenas 2 º C, a fim de ter uma mudança climática  irreversível, a humanidade foi ameaçada e os políticos, que sabiam do próximo resfriamento global, voluntariamente deixarom a última chance para a sobrevivência da humanidade … ou pelo menos assim eles pensarom.
E então veio o 2015, o ano da Perdição, 3 vulcões entraram em erupção ao mesmo tempo e aquele  sol maldito não queria aquecer. Falavam que estava em um periodo de baixa atividade mas que isso não afetava em nada. Todos nós estudamos nos livros de história do ciclo solar 24, o ciclo quando tudo começou. Durante 40 anos, o sol estive parado, sem manchas, ao mínimo, e até mesmo os mísseis nucleares que foram lançados dentro dele, ele despertou, engoliu todos os mísseis e não fez sequer um arroto e as cinzas vulcânicas, inesperadas, congelaram um planeta que poderia ser agradável e acolhedor.
Me espremo em meu colete aquecido e me concentro no que temos de fazer, todos os erros devem ser evitados e não podemos mostrar hesitação.
A verdade é que tudo foi planejado. O massacre de 2038 tornou-se um fato histórico, como Salames, Hiroshima, Nova Iorque de 2001. Desespero, centenas de milhares de africanos que queriam ir no sul da Europa e todos os barcos foram destruídos. As marinhas da França, Espanha e Itália metralharam tudo e todos, não era mais o Mediterrâneo, tornou-se o Mar Vermelho. Mas você não podia fazer de outra forma, as alterações climáticas, as geadas persistentes, a interrupção do clima quente tinha reduzido a terra arável em uma coisa muito pequena, e você não pode se dividir. A produção agrícola estava em colapso e milhões de refugiados do clima errantes de uma parte do planeta em busca de calor e sobrevivência.
Foi então que os países mais ricos fezerom o pacto secreto e foram criadas as UP, Unidade de Limpeza. Não havia outra alternativa. A esterilização em massa não conseguiu resolver o problema e foi muito lento, o fato é que havia muitas pessoas na Terra e pouca comida. Isto levou à decisão final: Para que um núcleo humano, vou dizer a verdade, a elite da humanidade, para sobreviver, tinha que acabar o mais rápido possível com o excedente, com os milhões de subnutridos acampados nos arredores das cidades, e que levou  todas as doenças espécies e eram uma ameaça, porque eles invadiram e saquearam as cidades à procura no lixo de algo para comer ou para se proteger ou para aquecer. Eles tinham destruído todas as matas e florestas da Amazônia, Sibéria, Canadá, para queimar a madeira para o calor e agora ameaçava invadir nossa cidade. A escolha foi única, lógica e imperativa: o extermínio dos fracos, os ignorantes, os ingênuos, os menos adequados.
Olho o relógio, é hora … Eu chamo o meu batalhão, não amolecer, não sinto pena ou piedade. Dentro de algumas horas tudo terá de ser concluído, outro campo de refugiados eliminado, e, em seguida, o major de costume, oferece um prêmio no salário e podemos comprar um pouco de mais gasolina.
Pior são os gritos das pessoas que morrem e cruzando o silicone colocado em meus ouvidos, tantos soldados preferem ouvir em capacetes de combate, hard rock em alto volume enquanto trabalha. Em seguida, as escavadoras montes abertos do coletivo e tudo vai ser jogado e coberto. Concluído.
Dizem que uma vez  este lugar estava quente e as pessoas estavam nadando no mar, eu acho que eles são apenas lendas para as  crianças  calar a boca. Como eles chamavam  este lugar onde eu estou amaldiçoado com o mar congelado? Ah sim, Rio De Janeiro, eu acho.
Não era eu que eu modelei este mundo e não é o que eu desejo para os meus filhos, mas que escolha eu tenho?
amaldiçoado Sol  e vulcões …. e estávamos esperando um mundo quente, e agora? Ironicamente estamos matando para não morrer de frio quando todos diziam que  haveria aquecimento global.Os cientistas que estavam contando  do aquecimento global foram os primeiros a morrer linchados por uma multidão enfurecida e morrendo de frio. Sigamos em frente, talvez um dia tudo isso vai acabar e vamos estar de volta para se aquecer ao sol.

SAND-RIO

One Comment

  1. Antonio Muniz Gomez
    Posted 6 julho 2014 at 3:13 PM | Permalink

    Isso dá um filme ou um livro, só faltou as personagens com os respectivos nomes e roteiro de vida de cada um. O que choca é a tendência de que realmente isso aconteça, pois já somos 7 bilhões de almas e estamos virando uma praga na terra, dizem que antes de 2020 iremos atingir 10 bilhões um limite perigoso de superpopulação na terra


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: