Nós poderíamos ser nas portas de outra Idade do Gelo

Por F. Guimarães

Recentes estudos e observações indicam que estamos entrando em uma fase de ciclos solares muitos baixos. O atual ciclo 24  já está mostrando sinais de ser menor do que o ciclo 14 no início do século XX e do ciclo 5 no ponto mais baixo do mínimo de Dalton (http://www.landscheidt.info/images/sc5_sc24.png).

Isto significa que o ciclo 24 está mostrando sinais de que poderíamos estar entrando em um novo mínimo de Maunder.



Os campos polares deveriam ter invertidos no final do ciclo de 23, em torno de 2008-2009, mas continuam com a mesma polaridade, mostrando um padrão estirado (http://www.leif.org/research/Solar-Polar-Fields-1966 -now.png ) semelhante ao que aconteceu no final da década de 1960, mas mais acentuado, o que poderia levar muito em breve  a “quebra” do campo em um modo “quadripolar”.

Esta é outra indicação da intensidade muito baixa do ciclo presente.

Esta intensidade baixa pode levar a um período muito longo sem manchas como observado durante o mínimo de Maunder entre ~ 1640-1710 (http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/28/Sunspot_Numbers.png), que poderia ser a realização do  chamado efeito “Livingston-Penn”, que prevê um fenômeno semelhante no futuro próximo.

Portanto, tudo o exposto, e outra analise (há mais, por exemplo., O padrão de 90k-10k anos característicos de períodos glaciais e interglaciais, etc) indicam que a previsão de um “kill shot” do Sol por Patrick Geryl e outros, não acontece , muito pelo contrário: nós poderíamos ser nas portas de outra Idade do Gelo.

Quando perguntado o que achava de o modelo “kill shot” durante nossos tempos, Leif Svaalgard chamou isso de “sensacionalismo”.

http://www.urbansurvival.com/blog/?p=5268

O livro de Robert “Não pelo fogo, mas por gelo” tem o seu nome por uma razão. As pessoas estão sendo atraídas para olhar na direção errada pelo MSM, IPCC e outros, mas os fatos são muito claros e mostram um problema completamente diferente que a humanidade terá de enfrentar muito em breve.

Um problema mundial de clima muito mais frio, não mais quente.

E os fanaticos sem cerebro aquecementistas se reunem no RIO tentando mais uma vez roubar o dinheiro para estudos idiotas tentando mostrar aquilo que não existe… o aumento da temperatura global causada pelo aumento da CO2.

È desde o 1998 (quando tivemos um forte evento Niño) que a temperatura global não sobe.

SAND-RIO

 

 

One Comment

  1. Célio Freitas Jr
    Posted 2 junho 2012 at 4:43 PM | Permalink

    O que precisamos fazer é aprender com os erros do passado e prestar atenção ao que acontece na natureza.
    Estive lendo um livro de James Lovelock (não concordo com tudo) mas uma coisa que ele disse é verdade,”se o IPCC não acertou as previsões do que ocorre agora (previsões de poucos anos atrás), qual a razão de supor que acertariam o que vai acontecer daqui a 50 ou 90 anos?”
    Afinal pelo que eu saiba, a era glacial ocorre em resposta a um aquecimento, e por consequencia disso há uma inversçao das correntes marítimas que gera a glaciação…


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: