ABRIL 2012, O SOL EM GREVE

Tecnicamente estamos na fase de aproximação ao máximo solar, MAS nada é normal nessa fase do Sol.

Os primeiros 10 dias do més de abril estão confirmando o retorno a uma fase de minimo com poucas manchas pequenas e o solar flux a níveis de profundo minimo abaixo de 100.

O gráfico seguinte mostra a desaceleração de forma inequívoca do Solar Flux e, apesar da tentativa de reiniciar no més de março, é evidente o aumento da distância com os ciclos anteriores.

 Também o gráfico a borboleta mostra como o ciclo 24 tem poucas manchas e com poucas areá ou extensão.

Sobre a inversão dos polos magnéticos parece que no més de março tivemos uma tentativa mais forte  no hemisfério norte com valores próximos a faixa positiva, mentre o hemisfério sul parece estar ainda longe da sua inversão.

http://wso.stanford.edu/Polar.html#latest

A fraqueza no meses de janeiro, fevereiro, março e mais a primeira década de abril reforça a possibilidade que o máximo solar foi em novembro, o melhor um dos máximos porquê, como nos últimos ciclos teremos 2 máximos a distancia de 18-24 meses baseados na evolução diferenciada entre os 2 hemisférios do Sol.

Este é o Sol na sua fase atual próximo ao máximo, como dizem os cientistas da NASA.

E este era o SOL na mesma fase no ciclo anterior 23…. QUANTA DIFERENCIA!!!

Olhamos os gráficos que todos conhecem.

Activity chart

Temos também uma Coronal Hole transequatorial que deveria aumentar o vento solar nos próximos dias, porquê o vento solar ficou muito fraco com valores sempre de minimo abaixo de 400 Km/s. ( o normal nessa fase do ciclo seria entre 600 e 800 Km/s)

Coronal hole map

O índice geomagnético sempre fraco e tranquilo

>

Naturalmente a media catastrofista sempre pronta quando o Sol tem uma pequena tempestade como aconteceu nos meses passados, agora se cala e não fala dessa fase solar que é com certeza mais importante e “esquisita” a paragone com os espirros das pequenas tempestades solares que tivemos.

Fiquem ligado para atualizações!

SAND-RIO

8 Comments

  1. Posted 12 abril 2012 at 2:45 PM | Permalink

    É Sand, muito estranho está diminuição das manchas apesar de estarmos nos aproximando do máximo. Gostaria que você me informasse sobre a inversão polar do Sol, ela já aconteceu? ou está acontecendo? Polo sul existe ou é só o oposto magnético do Norte? Como pode o Norte magnético se mover e o Sul permanecer?

    • Posted 12 abril 2012 at 5:09 PM | Permalink

      Ainda a inversão não aconteceu, mas acho que é muito proxima. O Sol é uma bola de plasma e não tem um polo norte ou polo sul como na Terra, e convencionalmente indicamos norte do Sol a parte de cima vista da Terra, mas tem campos magneticos positivos e negativos. O movimento se deve a força chamada dinamo solar e a velocidade diferenciada entre os polos e o equador do Sol. No equador o Sol gira em 25,38 dias (2 Km/s) e nos polos em +/- 34 dias, essa diferença origina a dinamo solar. Mas acho melhor vc pesquisar nesse blog em conhecimento basico do Sol e encontra todas as respostas.
      A origem do campo magnético não é clara, mesmo se pensa que è originada a partir da interacção da rotação diferencial com o movimento do material da zona de convecção .
      O raios mínimo fase coronal polar indica uma estrutura do campo magnético bipolar, como a de um íman, mas durante a evolução do ciclo, a interacção entre o campo magnético e do material, que recordamos é ionizado e, em seguida, electricamente carregadas e capaz de interagir com o campo magnético e produz uma distorção do campo que tende a enrolar-se em torno do Sol, transformando o domínio poloidais (com uma estrutura que identifica os dois pólos) em um domínio toroidal. Esta transformação leva a uma intensificação do campo, mas também a sua degradação lenta, dessa forma que a nova baixa, após cerca de 11 anos, recuperou-se uma estrutura poloidais, só que este novo campo tem polaridade invertida em comparação com o ciclo anterior, por isso o ciclo completo de minimo a minimo de actividade solar, de que o campo magnético é a força motriz, consideramos a duração total de vinte e dois anos.
      Em 1905, Hale foi capaz de observar o efeito (conhecido como o efeito Zeeman ) de uma intensa linhas do campo magnético emitidos dentro da mancha, mas não conseguiu, por falta de equipamento utilizado, a pesquisa de um campo magnético geral, que em vez, será detectada nos anos cinquenta (HD e HW Babcock 1952).

  2. Posted 12 abril 2012 at 7:48 PM | Permalink

    Caro sand-rio pelo que entendi,o holoceno é a última parte, quente, do paleoceno, muitos estudiosos consideram que um novo ciclo frio de 100 mil anos é possível. Você acha que o ciclo quente de mais ou menos 20 mil anos pode realmente estar acabando agora? O proporciona este interregno quente é um ‘pulso’ de plasma galático?

    • Posted 12 abril 2012 at 10:32 PM | Permalink

      Olha nos artigos CICLO DE MILANKOVITCH e tb Periodo DRYAS RECENTE o periodo de ultima glaciações entre 12800 e 11500 anos atras, quando Alaska e Norte da Russia estavam unidos pelo gelo no estreito de Bering e o povo da asia do norte entrou nas americas até chegar na america latina.
      Ainda estamos saindo do periodo da ultima glaciações e a proxima será mais o menos 5500 anos no futuro.

      • Posted 13 abril 2012 at 3:34 PM | Permalink

        Obrigado pelos esclarecimentos. Vejo que eu estava vislumbrando uns cenários bem fora de propósito. No entanto isso não impede que a queda na atividade solar já seja significativa e suficiente para ser considerada preocupante para, p.ex., colheitas na China e na Russia em 3 anos e para os projetos canadenses de navegação no Ártico?

  3. Antonio
    Posted 13 abril 2012 at 8:56 PM | Permalink

    Bem caro Sand o periodo do ultimo ciclo quente ficou entre 12800 e 11500 anos , e o ultimo ciclo glacial ficou vigorando por um periodo de 90.000 anos.Se contarmos que já estamos com mais de (+-) 11.586 anos de clima quente, podemos ter ainda no máximo (+-) 1.231 anos. Agora reparem esses numeros não são fixos, têm ciclos mais longos e mais curtos na série, têm ciclo de 10.000 anos e até menor de 10.000 anos. Podemos estar batendo as portas de uma nova era glacial num periodo bem mais curto de 10, 50, ou 100 anos, ou mesmo 1000. Pelo menos um novo mínimo falta pouco para se confirmar, né? Se confirmado o mínimo solar,já entramos nele.

    • Posted 13 abril 2012 at 9:50 PM | Permalink

      O minimo solar é confirmado e se chama Minimo de Eddy… mas o nome ainda não é confirmado.
      Tb é confirmado que o proximo ciclo solar 25 será ainda mais profundo do atual.
      Por enquanto é só isso que os Órgãos Oficial (NASA e SIDC) dizem.
      Quanto profundo será o ciclo solar 25 ninguém diz, se haverá um aborto do ciclo, alias sem mudança dos polos magneticos, como no Maunder, ninguem fala…. até agora só os fisicos solares russos e chineses e outros “autonomos” falam em 3 ciclos solares minimos (o 24 atual,o 25 mais profundo e o 26 parecido como o 24). Poucos se comprometem a falar em 5 !!! ciclos solares com um minimo mais profundo do Maunder. Isso porqué os ultimos 3 ciclos solares 21, 22 e 23 forem os ciclos solares mais fortes em 400 anos e tem que haver-se um equilibrio magnetico no Sol como sempre foi nos bilhões de anos da sua existência. Ainda não temos lá, na bola de plasma, ninguem dos ecoverdes pra tentar mudar a historia do Sol!!! Lembro que o periodo “frio durante o Maunder aconteceu depois do Periodo Optimo quente Medieval.
      Os 3 ultimos ciclos solares assim fortes são uma das causas do aquecimento global nas decadas entre o fim dos anos 70 e inicio do anos 2000.

      • Antonio
        Posted 15 abril 2012 at 2:54 PM | Permalink

        Se está confirmado o novo mínimo pode se Chamar de Eddy, ou não isso só saberemos quando realmente não houver mais dúvidas.Se os cientistas da NASA não querem falar sobre o assunto isso não é bom sinal.Eles estão muitos ligados a tese do aquecimento global e o IPCC.Se esse mínimo têm um aspecto muito forte onde todas as manchas solares podem vir a desaparecer já no ciclo 25, temo que mais de Três ciclos podem ficar com o sol nessa situação de mínino,o que nos levará para uma arrefecimento mais profundo do que o de Maunder. Enquanto isso ficamos ver a palhaçada dos ecoverdes pregando o Fim por causa do CO², que na verdade é o gás da vida, lembram das aulas de biologia e da Fotossíntese.


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: