O SOL no més de março 2012

Acabou o més de março e o nosso astro não quer mais voltar a ser ativo como no fim do 2011.

Falei no fim de dezembro que SE O SOL não voltava entre 2 meses a sua atividade magnetica poderiam imaginar que já tivemos o maximo do ciclo. Bem, aconteceu que em janeiro e fevereiro a atividade foi muito mais baixa do que esperado, e março não tive a retomada para o maximo como todos os fisicos solares esperavam.  E  agora muitos se perguntam se efetivamente passamos o ponto maximo do ciclo. Se é isso que está acontecendo o ciclo foi meio abortado.

As conta do solar flux e de manchas (ainda provisoria) coloca o més de março  atras ao més de agosto 2011. È como se esta explosão de atividade do fim de 2011 não aconteceu…. voltamos atras no tempo e isso é “impossível” com uma estrela e a sua natural evolução do ciclo, a menos que como já falei muitas vezes estamos indo para um periodo de ciclos solares minimos, alias um novo MINIMO SOLAR PROFUNDO, MUITO PROFUNDO.

Activity chart

.

Uma coisa é certa: NENHUM FÍSICO SOLAR QUER FALAR e dizer o que está acontecendo. Tudo mundo esperando….

mas esperando o que?????

Os graficos falam claro!!!!

Levingston e Penn estavam certos, o Sol não consegue aumentar a sua atividade magnetica, e um longo periodo de frio se está aproximando… alias já o periodo de frio global iniciou.

È O SOL QUE MANDA NO CLIMA DA TERRA!!!

SAND=RIO

7 Comments

  1. Antonio
    Posted 30 março 2012 at 7:29 PM | Permalink

    Concordo com você o sol vai memos ficar em mínimo profundo,porém acredito que algumas manchas teimosas ainda vão gerar CMES poderosas,bem pelo que se pode notar, o inverno que ainda não está tão perto teve a primeira frente fria do ano,começou bem braba com 2° no sul do país,acredito que esse ano o sul do Brasil, Argentina e Chile o frio será intenso, com nevascas nos dois últimos países.Vamos ver se minha profecia vai se cumprir.

  2. Posted 30 março 2012 at 8:54 PM | Permalink

    Caro sand-rio, vi seu artigo no NIA, bravissimo! il nostro sand-rio!!!! vc diz ‘ o comportamento atual do Sol é impossível’, isso significa que é sem precedentes, portanto o que vem a seguir é totalmente propriamente imprevisível, ou, é certamente (previsível e)triste, porque o grande frio é inexorável?

  3. Luciano
    Posted 31 março 2012 at 2:14 AM | Permalink

    Errado Antonio, o frio no sul do Brasil foi de -2,8ºC em Bom Jardim da Serra – SC, a 150 Km do meu município, onde a mínima ficou em 10°C em março! Esses número indicam recordes quebrados a mais de 25 anos, alguns a mais de 50 anos que não fazia tanto frio em março.
    Realmente, tenho acompanhado nosso Sol e o blog e vi que a ultima CME a chegar aqui foi no dia 14!

    Sand, sei que é cedo para falar sobre isso, mas há indícios fortes que tenhamos chegado ao máximo solar ou ainda temos que esperar mais surpresas?

    Um abraço

    Luciano

    • Posted 31 março 2012 at 11:49 AM | Permalink

      Luciano acho realmente que ainda não chegamos no maximo do ciclo porquê as manchas ainda na maioria aparecem entre a latitudine 10° e 15° e não entre 5° e 10°. È tb de rilevante que o hemisferio norte é mais na frente na sua evolução respeito ao hemisferio sul de mais o menos 1 ano e meio (mas isso aconteceu tb nos ciclos anteriores).
      O problema é que quando o fisico Hathaway fiz a sua primeira previsão em 2006 sobre o ciclo 24 falou de um maximo em dezembro de 2012 com um ciclo explosivo (imagina as especulações com a fim do mundo maia!!) depois de um tempo quando o Sol ficou até 2010 em fase de minimo prolongado falou de um maximo em 2013, e eu me pergunto e se a primeira previsão estava certa e o maximo é no fim do 2012?
      Acho que teremos ainda outras CME, sem duvida, (surpresa seria se não teriamos CME!!!) mas é facto que o ciclo 24 foi o primeiro de um ciclo de ciclos solares minimos e que estamos indo para um profundo minimo nos ciclo 25 e 26, e sobre isso todos os fisicos concordam.
      Quanto profundo será esse minimo ainda é cedo mas nos primeiros momentos se falou de um minimo como o Damon (pouco profundo, depois de um minimo como o Dalton (medio) e agora de um minimo como o Maunder (forte) e alguns falam de um minimo mais profundo do Maunder!
      Um ciclo mais profundo do Maunder seria possivel só se o proximo ciclo 25 seria abortado em pratica se não acontece a inversão dos campos magneticos e por isso com um ciclo solar 25 que é longo como 2 ciclos solares normais. (Isso é que alguns acham que aconteceu no Maunder).
      Outra ipotesi é que esse ciclo de ciclos minimos não seja se 3 ciclos mas de 5 ciclos!
      Em pratica o ciclo abortado não seria o ciclo 25 mas o ciclo 26m e teriamos nesse caso uma nova era do gelo muito mas muito profunda, um novo Dryas recente! Uma verdadeira nova era do gelo.

      • Luciano
        Posted 31 março 2012 at 2:47 PM | Permalink

        Obrigado Sand, sua resposta foi de tremer as bases!

    • Antonio
      Posted 31 março 2012 at 3:15 PM | Permalink

      Caro Luciano,me desculpe mas não tinha os dados reais dessas a temperaturas ocorridas aí no sul. Fiquei restrito apenas a noticía da globo que informa de modo sempre superficial, foi um erro mesmo. Mas mesmo assim já mostrava uma anomalia de algo que não era muito comum.Com seus dados fico ainda mais surpreso. Vejo que esse inverno de 2012 pode ficar na História do Sul e do Sudeste como o mais firo de decadas.É como diz o Sr.Sand, se ficarmos só no ciclo 24 em mínimo e o 25 continuar ou até ser ainda mais fraco podemos entrar em um mínimo profundo como de Maunder (forte) e se não chegarmos a ter um ciclo 26 isso poderia decretar uma nova era de gêlo. Aí quem tava esperando um aquecimento global vai sofrer em triplo, tudo que era esperado com o aquecimento.

      • Posted 31 março 2012 at 4:25 PM | Permalink

        Meu apelido (nome) é Alessandro ou SANDRO e morando no Rio foi uma brincadeira fazer o meu nome SAND-RIO


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: