No próximo futuro é possível um novo Grande Minimo como o Maunder

As relações entre o comprimento de um ciclo de manchas ea temperatura média no mesmo e no ciclo seguinte são calculados para um número de estações meteorológicas na Noruega e na região do Atlântico Norte. Nenhuma  tendência significativa é encontrada entre a duração de um ciclo e  a temperatura média no mesmo ciclo, mas uma tendência significativa negativa é encontrada entre a duração de um ciclo e  a temperatura no ciclo seguinte. Isto proporciona uma ferramenta para prever uma diminuição da temperatura média de pelo menos a partir de ciclo solar 23 para o ciclo solar 24 para as estações e áreas analisadas.Encontramos para as estações locais norueguesas investigados que 25-56% da temperatura que aumentou nos últimos 150 anos pode ser atribuída ao sol. Para 3 estações do Atlântico Norte temos 63-72% de contribuição solar. Isso aponta para a correntes no Atlântico, reforçando um sinal solar.

Destaques de um artigo a calota glacial:

* Um longo ciclo  solar prevê temperaturas mais baixas durante o próximo ciclo.

* A queda de temperatura de 1° C.  ou mais está previsto para 2009-2020 em determinados locais.

* A atividade solar pode ter contribuído por 40% ou mais para o aumento da temperatura no século passado.

* A defasagem de 11 anos dá a máxima correlação entre a duração do ciclo solar e a temperatura.

A nossa análise mostra a variação no comprimento dos ciclos solares, entendemos que ciclos curtos, como o que terminou em 1996, só foram observados três vezes em 300 anos. Após os curtos ciclos, mudanças bruscas dos ciclos muito mais longos sempre tiveram lugar, e depois há um encurtamento lento dos próximos ciclos, que levam muitos ciclos para atingir um novo mínimo. Este padrão recorrente nos diz que podemos esperar vários ciclos longos nas próximas décadas. Análise da volta SCL para 1600 tem mostrado um comportamento periódico com período de 188 anos, agora entrando em uma fase próxima com SCL aumentando  (Richards et al., 2009).

 Jager e Duhau (2011) conclui rom  que a atividade solar está atualmente passando por um breve período de transição (2000-2014), que será seguido por um tipo de Grande Mínimo de Maunder muito provavelmente a partir dos anos vinte do século atual. Outra previsão, com base na radiação solar reduzida devido ao raio solar reduzida, é uma série de menores ciclos de atividade solar que conduzem a um mínimo de Maunder como começando por volta de 2040 (Abdussamatov, 2007).

Veja o estudo completo , que entra em grandes detalhes para temperaturas na regão  noroeste da Europa e região ártica. Eles acham pouca correlação com o ciclo atual, mas uma significativa correlação com o ciclo seguinte. O trabalho sugere que as temperaturas devem acelerar para baixo nesta década – um atraso de 11 anos com o mínimo do longo ciclo  23 (12,5 anos) que foi em 2008, significaria um resfriamento significativo em 2018.

A verdadeira questão para mim é,  os nossos líderes políticos estão prestando atenção? Se David Archibald é certo, e esse resfriamento reduz significativamente a cultura agrícola, então, milhões podem morrer de fome. A nossa produção atual de alimentos está sendo estressada devido ao aumento da população global. Enquanto se os agricultores em 1600 fizerom  ferramentas para aumentar as culturas durante o Maunder, agora temos  muito mais bocas para alimentar a cada dia.

Nos proximos dias publico um artigo (infelizmente muito cumprido) sobre as guerras, carestias, aumento de preços e graves doenças durante os periodos frios na historia da humanidade.

SAND-RIO

2 Comments

  1. Rodrigo Benatti
    Posted 19 março 2012 at 12:35 PM | Permalink

    O alinhamento galatico pode auterar essa trajetoria de alguma maneira mais ascentuada?

  2. Antonio
    Posted 20 março 2012 at 8:19 PM | Permalink

    Bem, juntando o mínino do sol, ao problema da corrente termoalina que reduziu em muito a sua capacidade de circulação de água quente e fria,desde o acidente do óleo derramado no golfo do México. Isso com certeza irá ajudar em muito a esfriar de modo mais rápido a Europa, e America do Norte. Sand você acha que isso pode afetar memso ainada mais o clima e agravar o frio que vêm aí ?


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: