O Sol em março 2012 tem tempestades que chegam à Terra

UPDATE:

Ainda a 1429 está no seu pior local. Se se olha o esquema Riding Solar Wind se pode ver como próprio quando as manchas estão a leste que vão a bater contra a Terra. Divido a rotação do sol sobre o seu asse as CME nunca vão na frente ma fazem uma curva comparado a curva do campo magnetico solar.
A 1429 está decadendo lentamente e agora tem uma estrutura delta simples mas ainda é capaz de um surto.
Surgiu a mancha 1432 que tb tem uma estrutura complexa delta com possibilidade de flares de classe M.
O vento solar variou entre 525 e 986 Km/s sob a influencia das CME`s
Tb a mancha 1430 produziu um evento flare de longa duração de classe M8.4 e emitiu uma CME impressionante que chega a Terra em 12 de março com condições de tempestade forte…(nenhum problema grave) mas sempre lindas auroras boreais.

Temos um grande buraco coronal transequatorial a CH507 (CH= Coronal Hole) que será na frente da Terra nos dia 13-14 março e com isso aumenta o vento solar e o solar flux.

O SOL quer parabenizar o dia das mulheres com um lindissimo bombardeio de flares e explosão.

Como dijá dito nos posts anteriores a mancha solar 1429 quer um posto na historia desse ciclo solar. A mancha tem uma areá bem grande atualmente de 830, segundo o observatório de Catania e de 1540 segundo o observatório de Learmonth, (lembro que a maior mancha do ciclo 23 tive uma areá de mais de 2300 era possível olhar a mancha no tramonto a olho nu, e ficou ativa por 4 rotação solares e foi denominada a mancha que não quer morrer), a sua configuração Beta Gama Delta é muito instável.

As erupções solares são classificadas como A, B, C, M ou X, de acordo com seu pico de energia, medido em watts por metro quadrado (W/m2) de raios X nas proximidades da Terra – a medição é feita pelos satélites GOES.

Cada classe tem um pico de fluxo 10 vezes maior do que a classe anterior, com a classe X alcançando um pico de 10-4 W/m2. Dentro de cada classe há uma escala linear de 1 a 9, com cada nível tendo o dobro da energia do nível anterior.

X-classe flares topo da escala, com o máximo de energia e potencial de perturbar as comunicações na Terra.

Big Flare From Sunspot 1426: March 5, 2012

E com os flares tivemos tambem ECM.

Coronal Mass Ejections from X-Class Solar Flares - March 6, 2012

Huge X5.4-class Solar Flare

O tamanho da manha 1429 paragonada com a Terra e Jupiter

Active Sunspot Region 1429

X-Class Solar Flare Seen by SDO - March 6, 2012

O flare de maior potencia foi de classe X 5.4

Sun Unleashes X5.4-Class Solar Flare.

E tambem tivemos um flare de classe X 1.1 o 4 de marçõ na foto abaixo.

Sun Unleashes X1.1 Solar Flare: March 4, 2012

X1-class Solar Flare - March 2012

Olhamos que a mancha agora está bem na frente no nosso planeta mas a bolha de gas dos flares dos dia anteriores pegara a Terra só de raspão.

Aqui em baixo a onda de urto sobre a magnetosfera terrestre, como podemos ver não é nada de muito forte.

.

A sólita media catastrofista não sabe mais que dizer e a ignorância é uma mau béstia. Nos próximos meses é de esperar mais noticias pseudo cientificas desastrosas sobre o Sol porque o famoso dezembro 2012 está sempre mais perto e a mídia goza disso… depois quando não acontece nada e não acontecerá nada teremos outro próximo desastre que dijá foi anunciado com o asteroide 2012DA14  que em 2013 passará  perto da Terra mas que tem chance de impacto pari a ZERO… boatos sem fim e sem behuma base cientifica.

O que esperar desse flares e CME, nada mais que alguma interferência nas ondas curtas das radios e belíssimas auroras.

As ondas magnéticas dijá atingiram na madrugada dessa quinta feira a Terra  e naturalmente não aconteceu nada.

Se teremos novidades importantes vou fazer um UPDATE, fiquem ligados os tempos são sempre muito interessantes.

SAND-RIO

11 Comments

  1. ed melo ferreira
    Posted 8 março 2012 at 10:35 PM | Permalink

    muitíssimo obrigado sand-rio pelas maravilhosas imagens e esclarecimentos contundentes que vc nos fornece!!!! o seu português está! melhorando regularmente.

  2. Posted 9 março 2012 at 10:11 AM | Permalink

    estes sao os sinas da valta do SENHOR JESUS CRISTO A HUMANIDADE ESTAO DEIXANDO PAÇAR ISTO EM VAO POIS ESTAO A PROCURA DE AJUNTAR TEZOUROS NA TERRA E NAO NOS CEUS ESTAO SE COMPRINDO AS PALAVRAS DA VIDA ETERNA A QUI NA TERRA O AMOR JA NAO ESTA EXISTINDO MAIS E FILHO CONTRA PAI RUMORES DE GUERRAS E VARIAS OUTRAS COISAS NINGUEM ESTA ENXERGANDO QUE O FIM DA HUMANIDADE ESTA PROCIMO NINGUEM QUER SABER DE DEUS E AMAR NINGUEM SO PENÇAO EM DINHEIRO E FESTAS NINGUEM QUER VIVER COM JESUSU CRISTO MORRER PARA AS COISAS DESTE MUNDO E VIVER PARA CRISTO VAMOS ORAR PARA QUE DEUS VENHA TER MISERICORDIA E PERDOAR NOS E O MUNDO INTEIRO POIS JESUS DISSE ELES NAO SABEM OQUE ESTAO FAZENDO PERDOE ELES PAI

  3. Antonio
    Posted 10 março 2012 at 12:59 PM | Permalink

    Sand Deus é natureza está no sol e na criação do Universo,podendo ser até aquela particula que inciou o Big Bang, faz parte da ciência de que tanto gostamos.Mas confesso prefiro que essa página aqui continue como informativa ciêntifica, mais especificamente sobre o sol e outros astros pertinentes com o assunto, e não religiosa. Agora veja há nova possibilidade de tormentas no nosso amigo sol nesse fim de semana, e a mancha 1429 está se voltando diretamente para terra nesse fim de semana? Se houver um flare de maior potencia foi de classe X 5.4, e este vier diretmente para nós, com uma CME massa coronal bem mais ampla pode danificar os satélites e talvéz queimar os transformadores gerando apagões, e para isso teria que ser como evento de Carrington? Agora até a Rede globo está mostrando o problema com o nosso sol, vai passar até no Fantástico.

    • Posted 10 março 2012 at 7:00 PM | Permalink

      Um flare para danificar os satélites terá que ser no minimo de classe X8 abaixo disso não é nada. Só flare de classe X9.+ e mais X10.+ PODEM, sim podem, ter algum impacto com os satelites geoestacionários em volta da Terra.

      Tem um enorme interesse agora no comportamento do Sol e possíveis tempestade não por amor da ciência mas porque cada satelites tem um seguro bilionário para que não aconteça nada com ele. Os mais preocupados são mesmo as companhias de seguro que naturalmente não querem pagar para um eventual dano nos satélites, e em primeiro lugar, como os mais caros estão os satelites de telecomunicações. Todas as companhias de TV e radio do planeta pagam para o uso do satélite e um dano nele é um enorme prejuízo. Assim a Globo, como todas as outras companhias de TV satelitares, tem um enorme interesse que os satélites nunca sejam danificados por uma explosão solar.
      Quero me explicar melhor, com um exemplo. A Globo usa um satelites para as suas transmissões, se o satellite que elem usam é danificado a Globo ou fica muda por um tempo enorme o quer a uma outra companhia o uso do seu satelite se este não foi danificado e funciona. A Globo continua pagando para o uso do primeiro satelite (assim sou os contratos) e mais pagaria para o uso de um outro satelites. O uso de um satelites de telecomunicações é um negocio de milhões por cada mes.

  4. Luciano
    Posted 10 março 2012 at 9:07 PM | Permalink

    Infelizmente é isso que essas religiões e a mídia querem: deixar-nos com medo. Na minha opinião, elas deveriam nos trazer a paz, ou então nos deixar em paz, mas…
    Vamos deixar religião para outro blog.

    Sand, a 1429 já está a nordeste do Sol, podemos dizer que o pior já passou?

    Claro que temos outras manchas menores ( a maior seria a 1429), mas é provável que teremos dias mais felizes (pelos menos até uma próxima mancha) ?

    Gostaria de mostrar um gráfico da “clássica” La Niña Modoki que está se desenhando. Pode até haver mudanças, mas indica que estaremos repetindo 2011 (na qual foi muito frio para nós aqui de SC). É aguardar para ver…

    Um abraço.

    PS.: Nosso Astro Rei está invocado!

    • Posted 10 março 2012 at 9:53 PM | Permalink

      Ainda a 1429 está no seu pior local. Se se olha o esquema Riding Solar Wind se pode ver como próprio quando as manchas estão a leste que vão a bater contra a Terra. Divido a rotação do sol sobre o seu asse as CME nunca vão na frente ma fazem uma curva comparado a curva do campo magnetico solar.
      A 1429 está decadendo lentamente e agora tem uma estrutura delta simples mas ainda é capaz de um surto.
      Surgiu a mancha 1432 que tb tem uma estrutura complexa delta com possibilidade de flares de classe M.
      O vento solar variou entre 525 e 986 Km/s sob a influencia da CME
      Tb a mancha 1430 produziu um evento flare de longa duração de classe M8.4 e emitiu uma CME impressionante que chega a Terra em 12 de março com condições de tempestade forte…(nenhum problema grave) mas sempre lindas auroras boreais.

      Temos um grande buraco coronal transequatorial a CH507 (CH= Coronal Hole) que será na frente da Terra nos dia 13-14 março e com isso aumenta o vento solar e o solar flux.

      Por religiões e similares sou um completo ignorante feliz de ser ignorante na matéria e gostaria de deixar fora desse blog qualquer associação com a religião.

    • Neto Pignataro
      Posted 11 março 2012 at 1:07 AM | Permalink

      Talvez entre abril e maio as coisas piorem. Me cobrem depois. abraços.

  5. ed melo ferreira
    Posted 10 março 2012 at 11:31 PM | Permalink

    É possível obter alguma informação relevante a partir dessas manchas com relação ao ciclo 24 e à inversão do polo magnético? Até onde eu vejo, não há grande relevância neste evento para a marcha inexorável do ciclo e da inversão do polo.

    • ed melo ferreira
      Posted 11 março 2012 at 10:34 PM | Permalink

      não obstante, o buraco coronal na foto parece gigantesco!


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: