A mudança climática é causada pelo movimento inercial solar (SIM)

È UMA TRADUÇÃO DIGITAL DO ESLOVENO PARA O ITALIANO E DO ITALIANO PARA O PORTUGUESE E TERÁ MUITOS ERROS PORQUÈ NÃO TENHO TEMPO PARA UMA REVISÃO….DESCULPEM,  MAS È UMA INTERVISTA MUITO INTERESSANTE QUE POUCOS NO BRASIL E TODA A A.L. CONHECEM. BOA LEITURA!!!

ESTOU DE OLHO NO SOL E QUALQUER NOVIDADE COMUNICO RAPIDAMENTE.

SAND-RIO


Entrevista com Ivanka Charvátova Ing, CSC. Instituto Geofísico da Academia de Ciências tcheca (Praga).

A história da descoberta científica, politicamente incorreta.

Perfil:

Ela nasceu em 1941/12/03 na Jilemnice, Tchecoslováquia

Educação: CVUT, Faculdade de Engenharia Civil, assunto: Astronomia e Geofísica, Ph.D.: CSC. 1991

Posição atual: Instituto de Geofísica da Academia de Ciências desde 1963 czech

(Instituto ligação http://www.ig.cas.cz/cz/struktura/oddeleni/geoelektrika/pracovnici-oddeleni/)

(Entrevista Tradução czech originais publicado em Maio de 2011, Osel.cz)

http://www.osel.cz/index.php?clanek=5708

Seu campo de estudo no Instituto de Geofísica é o estudo do movimento solar inercial (SIM). Você pode explicar o que é isso?

Este é um movimento do Sol ao redor do baricentro (centro de gravidade) do nosso sistema solar. Este movimento é devido as diferentes posições dos planetas, especialmente os gigantes de gás.

Sir Isaac Newton em seu Principia (1687) intuitivamente chegou à seguinte conclusão:

“… Desde o centro de gravidade (centro de massa do sistema solar) é sempre em repouso, o Sol, de acordo com as diferentes posições dos planetas, deve continuamente se deslocar todos os dias, mas nunca desviar longe do centro.”

Este efeito não é desprezível. O Sol se move sobre uma área do tamanho de 4,3 raios solares, ou seja, 3.106 km ou 0,02 UA. Como uma coincidência, a velocidade média é de cerca de 50 solares km / h.  O primeiro estudo (SIM) foi escrito em 1965 PS Jose.

Você é um autor muito à frente nesse campo de estudo. O que é isso?

Primeiro estudei a frequência de SIM em 1987 e veio a reconhecer a geometria do movimento. Eu descobri que o movimento solar pode ser classificada em dois tipos básicos. Movimento ao longo de uma trajetória semelhante ao trevo, governado por um movimento de Júpiter e Saturno ordenou. E outro tipo de movimento é caótico. Isso nos deu uma base precisa e consistente em que foi possível estudar a variabilidade das condições solares-terrestres e climáticas. Cada 179 anos para voltar a um caminho regular no trevo. É importante notar que os períodos de movimento caótico coincidem no mínimo a longo prazo da atividade solar, tais como o Mínimo de Lobo (1270-1350), Sporer mínima (~ 1430-1520), o mínimo de Maunder (~ 1620 – 1710) ea mínima Dalton (~ 1790-1840). Durante os períodos de solar-terrestre trevo fenômenos são estáveis ​​- os ciclos de manchas solares são longos 10 anos, a atividade vulcânica está parado no meio do período e do trevo é uma temperatura máxima aqui na Terra.

Mais tarde eu descobri um longo ciclo de 2402 anos no movimento solar. Após o termo deste período, o sol sempre vai para um segmento de ciclo, em que há quase 370 anos está continuamente se movendo ao longo de uma trajetória de trevo. Isto é, quando as condições naturais são estáveis, e quando há um longo período de máxima térmica. A simetria do trevo última havia cerca de 25 AD. Os cientistas da NASA chamado este ciclo de 2402 anos como um “ciclo Charvátova”. O movimento da energia solar em potencial pode ser calculado de forma antecipada (mecânica celeste), e isso nos deu capacidade solar nova previsão. Até agora, nossas previsões explorar a observação de que a mesma trajetória do movimento solar tende a produzir fenômenos semelhantes. Eu era o único em todo o mundo tem uma previsão correta do ciclo das manchas solares SC23.

O mecanismo físico ainda não é conhecido.

                                    Wolf                                Sporer                         Maunder   Dalton

      A trajetora  a do centro do Sol dividida em dois tipos básicos de movimento: a segunda trajetória Clover JS (Júpiter-Satturno) sistema (em cima) e desordenada (caótica) (baixo). O Sol volta a um trevo de trajetória, que sempre tem a duração de 50 anos, uma vez a cada 179 anos. Os segmentos caótica correspondem a períodos de atividade solar mínima (veja acima).Os círculos escuros amarelo nas imagens acima representam o sol.

O que o levou a estudar o movimento solar?

Em 1980, o diretor de nossa instituição acadêmica foi Vaclav Bucha. Em algumas conferências no exterior o Sr. Bucha reuniu-se o geólogo americano famoso e climatologista W. Rhodes Fairbridge, que estudou o movimento solar com JH Shirley na (Jet Propulsion Laboratory) da NASA JPL, em Pasadena. Sr. Bucha tem percebido a importância do tema, por isso decidimos juntos para realizar pesquisas sobre.

O mundo tem notícia de sua descoberta?

Mesmo antes da minha grande descoberta, o professor W. Rhodes Fairbridge entrou em contato comigo depois que eu publiquei um artigo sobre o cronograma SIM em Paris. Este trabalho foi publicado sob o meu nome anterior, Jakubcová. Fairbrige e JH Shirley tinha publicado um artigo em Física Solar, ao mesmo tempo. Fairbridge nesse período eu escrevi uma carta de louvor e muito amigável em relação a mim. Naquela época, a Tchecoslováquia era uma ditadura comunista, então qualquer mensagem do Ocidente capitalista foi inspecionado e censuradas. Certamente você pode imaginar quantas histórias foram relatadas na referida carta. Não só o envelope é rotulado NASA, mas o top era o nome de Professor Fairbridge, que eu sabia que era aqui em Praga, em 1968, durante a Primavera de Praga, a Geologia conferência. E lembro de ter visto os ocupantes dos tanques invadem a Checoslováquia. Fairbridge e JH Shirley eram tão animado com o meu trabalho no trevo que quando editada a Enciclopédia de Ciências Planetárias no início de 1990 fui convidado a escrever o artigo principal sobre o “movimento solar” na enciclopédia. Eu era o único autor de todas bloco do Leste na enciclopédia. E eu era o mais citado.

Você já conheceu pessoalmente?

Não, nunca nos conhecemos. Mas temos mantido uma correspondência animada. Ele costumava enviar os itens que não estavam disponíveis no meu país. Também fui convidado para escrever um artigo “, publicado por ocasião de seus 80 anos (Journal of Coastal Research.)

Outro conhecido pesquisador que estudou o movimento solar é Theodor Landscheidt. Você sabe?

Não, e eu acho que não é mais vivo. Concordamos que, na primeira metade da atividade do século 21 solar poderia ser mais baixas ea temperatura pode cair. Mas ele me citou e eu só tenho mencionou um de seus estudos. Aparentemente, há muitos cientistas que explicam as mudanças climáticas com outros fatores, não apenas CO2. No entanto, na República Checa, onde eu moro, a maioria das pessoas sabe que existe apenas um cético sobre o clima. Seu presidente Václav Klaus.Oh meu deus, eu preferiria não comentar sobre isso. Eu folheava seu livro “Sly the Sky Dragon” na biblioteca. Há muitos céticos sobre a mudança climática no mundo, que têm suas próprias organizações, em particular as universidades americanas ou canadenses. Professores muitos deles entraram em contato comigo. Por exemplo, o Prof O. Manuel, o ex-investigador-chefe do projeto Apollo. Eles também publicou um livro “Slying the Sky Dragon”, que documentam o escândalo da pesquisa sobre mudanças climáticas e, assim, a incerteza em medições de temperatura dos últimos 40 anos.

Protocolo da ONU sobre mudanças climáticas (IPCC), que é tão duramente criticado pelo presidente Klaus teve a abundância de escândalos recentemente. Você já ouviu falar sobre Climategate?

É claro. O Diretor do (Climatic Research Unit) CRU PD Jones foi forçado a renunciar.

O que eles dizem no Quarto Relatório de Avaliação (AR4 2007) sobre o movimento solar?

Absolutamente nada. Sou alérgico ao SIM. A pesquisa não leva em conta a totalidade dos fenômenos solar-terrestre (solar, geomagnética, atividade vulcânica, etc) e olhar apenas para as temperaturas de 1860. No entanto, na Europa, temos uma série de dados de temperatura instrumental de meados do século-18. Os jesuítas começaram as medições. Com o meu colega, desenvolvemos estes dados e têm demonstrado sua relação com o movimento solar, e eu publicamos um artigo “na revista” Climatic Change “na Universidade de Stanford. Em meados do século-18, a temperatura era tão alta como era em 1940 (estávamos no meio de um trevo). Mas havia indústrias que poluem a atmosfera? Não, não levam em conta as reconstruções climáticas (dados de proxy temperatura) derivadas de anéis de árvores isótopos 18O e 10Be em núcleos de gelo, etc .., mesmo que eles já estão disponíveis nos períodos de profundas no passado e são de boa qualidade, pelo menos, para o período Holoceno.

Mas como eles explicam por que a cada 180 anos, há uma temperatura máxima de longo prazo? Como explicar a temperatura mais significativa por volta de 1000 dC, quando a Gronelândia também estava envolvido? Como explicar os baixos a longo prazo?

Não. Eles fingem que não aconteceu.

Explicar as mudanças climáticas devido a outros fatores, não só por gases de efeito estufa, é quase uma heresia em nossos tempos. Você estava ciente disso quando você descobriu o seu trevo?

Em 1987 quando eu percebi que existem trevos no movimento solar (nota: há também símbolos de trevo nas catedrais góticas), tive um calafrio. Logo percebi que quase tudo está conectado e que ninguém iria fazer o trabalho agora que eu faço e eu também tive que enfrentar inimigos incrível.Levantei minhas mãos para o céu e disse, quase em lágrimas: “Por que eu?” Além disso, era exatamente 300 anos depois de Sir Isaac Newton em seu Principia, ele formulou suas conclusões intuitivas sobre o movimento solar.

Você vem de uma família cristã. Têm enfrentado perseguição sob o regime comunista?

Meu nome de solteira é Kryšpínová. O irmão de meu avô era um construtor de famoso de locomotivas a vapor e tornou-se diretor do DRC empresa. Infelizmente, vivemos na mesma casa como uma família de poderosos burocratas comunistas. Mãe Mohor Vasil foi um influente secretário do Partido Comunista em Praga 7. Quando estava terminando o ensino fundamental, Vasil chorei que um parente do diretor do DRC nunca seria permitido estudar em qualquer escola! Os tempos mudaram, agora é meu tio nos livros didáticos Vojta Departamento de Transporte da Universidade Técnica de Praga (CVUT) como um fabricante de renome mundial. Ele também tem uma rua com seu nome, tem seus próprios selos, etc …

Como você resolvê-lo?

Meu tio Vojta aconselhou os meus pais para me enviar a partir do Jilemnice outros avós, no sopé das Montanhas Giant. Meu avô era um gravador que imprimiu roupas / sapatos, a maioria da classe trabalhadora, então pensamos que isso pode ser aceitável para os comunistas. Funcionou e então eu também tinha o apoio do diretor de escola com antecedência. Ela foi uma boa escola. Ele tinha grandes mestres, incluindo alguns cientistas que foram expulsos das universidades por razões políticas. Esta escola foi fundada em 1909, quando o meu país era parte do Império Austríaco e foi uma das poucas escolas secundárias em que as aulas eram realizadas em língua checa. Muitos artistas estudaram lá, como o compositor checo Jiri Šlitr, o ator Stanislav Zindulka, Zdenko Fejfar o fotógrafo ou o diretor Karel Palous. É surpreendente que agora alguns enganar o quer fechar esta grande escola. Apenas Hitler era tão insultuoso para fazê-lo. Houve protestos e manifestações até agora, mas em vão.

No entanto, o regime comunista permissão para estudar em uma universidade.

Fui CVUT (Czech Technical University), Faculdade de Engenharia Civil, desde que meu pai era um engenheiro civil. Os comunistas não têm censurado tanto áreas técnicas. Eu não gostei das classes primeira, construção de estradas, inspector de trabalho, etc …. Mas nos graus mais altos você pode especializar-se em matemática superior (com base) computadores, mapeamento e outros. Então, eu escolhi a astronomia. Na construção do antigo Colégio Técnico em Karlovo Square, presidiu a magnífica Prof Emil Buchar “o instituto para a astronomia e geofísica elementares.” Ele sempre escolhidos apenas alguns alunos. Eu era a primeira mulher no meio deles. Esta queda é o 110 º aniversário de seu nascimento.

Se você agora trabalhar no Instituto de Geofísica da Academia de Ciências tcheca. Como você chegou aqui?

O fim dos meus estudos estava próximo, quando de repente um dia, tarde da noite, o telefone tocou. Prof Buchar me ligou no dia seguinte me dizendo que eu deveria ir Instituto Geofísico às 9 horas para uma entrevista. Ele me informou que eu tinha já registado. Então eu fui lá, passei a entrevista. E, desde que eu trabalho aqui.

Você não se importa que depois de 20 anos, o SIM ainda não está nos livros escolares, que a mudança climática ainda é explicado apenas com CO2, como se o clima foi influenciado por outros fatores?

Publicar o meu (nosso) a entrada é sempre um sonho ruim. Alguns editores têm rejeitado nosso artigo sem revisão, dizendo que seus leitores certamente não interessa. Outro editor me disse que ele não permitiria que o SIM para publicar em sua revista! Eu também recebeu um “peer review” processo que consiste em uma única frase: “Todos os artigos sobre movimento solar deve ser proibida” . Apesar de todos esses inimigos, conseguimos ter artigos sobre relacionamentos SIM e solar-terrestre de algumas revistas de classe mundial. Revistas com fator de impacto “alto (por exemplo, New Astronomy, Harvard University, SE 2.2), Pesquisas em Geofísica (SE 3.1) e as Mudanças Climáticas (Stanford University, SE 4.)

E meus resultados estão nos livros de prestígio das universidades americanas – “Fundamentos de Phisics”.

Que a recepção tenha recebido o seu movimento pesquisa solar entre os cientistas em seu país?

Os mais esclarecidos, e há muitos apoiá-lo e ajudar-me muito. Outros usam este argumento para o tiroteio. Fiquei triste ao ouvir Dr. Grygar, Czech astrônomo e membro do ramo czech da CEI, compara o SIM com a astrologia. Gostaria de saber quando você se cansa dela. E o nosso clima? Eu represento a nossa escola no programa nacional checo sobre o clima. Essas pessoas “buscando” apenas contra temperaturas de efeito estufa. Eu os chamo de “aquecedores”. Às vezes me sinto como um guerreiro solitário que luta contra todos. Eles negam a existência de influência solar sobre o clima, para não mencionar a influência do sistema solar. A maioria deles se recusam a falar comigo, a maioria deles nem sequer me cumprimentar, quando nos encontrarmos. Mesmo agora, quando muitos jornais publicam artigos sobre o mundo da influência do Sol sobre o clima. Isso provavelmente requer mais tempo. Muitas descobertas tiveram de esperar, alguns deles muito longo. Eu não quero perder meu tempo lutando contra moinhos de vento. Deus vai decidir quando chegar a hora.

E quanto ao czech mídia? Qual é a sua atitude para com o movimento solar? Houve um documentário na TV sobre isso?

Cerca de dois anos atrás, algumas pessoas do canal de TV CT2 vieram para mim e nós filmamos uma entrevista para uma revista meia hora de televisão semanal. Eu era cético. Você realmente quer transmitir? Claro, ele já está no Guia TV. E então, cerca de 2 horas antes da transmissão, uma pessoa poderosa chamou-os e proibiu a transmissão.

Meu único meio de “apresentação” de comunicação foi quando fui convidado para uma competição televisionada em entretenimento canal de TV antes (o “Guess who i am”). Ele era divertido e eu aproveitei a oportunidade para roubar um breve descrição do ciclo de trevo e falar sobre o movimento solar.

Mas seu trabalho é conhecido e citado no exterior.

Que é. Eles são muito citados em ambas as Américas e Canadá. Eles são citados pelos alemães, italianos, australianos, escandinavos e, recentemente, até mesmo pelos chineses. Eles também são mencionados em outros campos de estudo, por exemplo, em revistas de física nuclear, o Jornal … repulsa Neutron em 2009 como um órgão do Congresso da rede europeia de “American Geophysical Union,” houve um grande júri sobre o Sol e clima. Fui convidado para falar lá e também foram convidados para falar na reunião da União Geofísica Norte-Americana no Brasil em 2010 .

Ouvi dizer que você também mencionados por cientistas que estudam exoplanetas? Como você se relaciona?

Sim, eu sou citado pelos alemães e por astrônomos da Universidade de Heidelberg. Sugeri que poderíamos esperar de movimento baricêntricas das estrelas, que mostram a radiação variável.Isso significa que essas estrelas têm planetas provavelmente. Eu escrevi isso para o CTS (Centro de teórica) em 1995, quando ainda não sabem exoplanetas. Agora sabemos um 400 bem deles.

Fig.2 Não, estes não são desenhos de jóias. Há quatro exemplos de caminho baricêntricas de estrelas com planetas extra-solares (de Perryman e Schulze-Hartung, Astronomy & Astrophysics 525, A65, 2011).

Existe alguma mensagem que você quer que os leitores de enviar?

Quando você luta por uma boa causa, você nunca deve desistir.

Eu venho de uma família de seguidores fervorosos das tradições do Escutismo. Meu pai era um dos membros fundadores do grupo de 5 Scouts de água no meu país. Como um escoteiro teve a honra de boas vindas ao nosso primeiro presidente, o fundador da República independente da Checoslováquia primeiro, TG Masaryk, quando ele estava voltando do exílio. Devido à sua alta elasticidade meu pai era capaz de fazer muitas coisas, apesar de os comunistas. Eu, então, também dar um exemplo pessoal. Para se manter saudável durante a era comunista, em privado, traduzi o grande poeta russo Anna Akhmatova. Minha tradução foi possível publicá-la somente após o fim do regime comunista, no 100 º aniversário de seu nascimento (Modrý večer, ODEON, 1990, traduzido por Ivanka Jakubcová). Sra. Anna teve uma vida dura. Era stalinista foi perseguido e não podia publicar sua poesia ao longo de décadas, seu filho estava preso no Gulag durante quase 20 anos. Mas agora olhar para a sua poesia é lida em todo o mundo.

Entrevistado por:

Bispo Vitezslav Kremlík, fundador do site Skeptic http://www.klimaskeptik.cz Clima Checa

Peço desculpas pela tradução imperfeita da entrevista e obrigado pela Fabiodue ajudar na tradução de algumas passagens. Mas espero tê-lo repassado todo o Charvátova-pensamento. Um pesquisador no instante em que ele registra, está consciente desta extraordinária descoberta, se ele sai em meados de entrevista com um …

“Eu soube imediatamente, que é conectado com quase tudo!”

Lista de publicações Ivanka Charvátova:

Bucha, V., Jakubcová, I. e Pick, M. 1.985 freqüências de ressonância no movimento do Sol, Geophys Studia. Geode et., 29, 107-111.

Jakubcová, I. e Pick, M., 1986a O sistema planetário e solar-terrestre fenômenos, Geophys Studia.Geode et., 30, 224-235.

Jakubcová, I. e Pick, M. 1986b Existe alguma Relações entre o movimento do Sol e atividade sísmica global? Studia Geophys. Geode et., 30, 148-152.

Jakubcová, I. e Pick, M.: 1987 Correlação entre o movimento Solar, terremotos e outros fenômenos geofísicos, Annales Geophysicae, B, 135-142.

Charvátova-Jakubcová, I., Křivský, L. e Střeštík, J., 1988 A periodicidade das auroras nos anos 1001-1900, Studia Geophys. Geode et., 32, 70-77.

Charvátova, I., 1988 O movimento solar e da variabilidade da atividade solar, Adv. Espaço Res, 8, 7, 147-150.

Charvátova, I. 1989 sobre as relações entre movimento aparente do Sol e da variabilidade de longo prazo da atividade solar, Studia Geophys. et Geode. 33, 230-241.

Charvátova, I., 1990a As Relações entre o movimento solar e variabilidade solar, Bull. Astr. Inst.Checa., 41, 56-59.

Charvátova, I., 1990b Sobre as relações entre o movimento solar e atividade solar nos anos 1730-1780 e 1910-1960, Bull. Astr. Inst. Checa., 41, 200-204.

Charvátova, I., a variabilidade solar-terrestre e climáticas 1995a Durante os últimos milhares de anos Vários em relação ao movimento inercial solar, J. Coastal Res., 17, 343-354.

Charvátova, I., a variabilidade solar-terrestre 1995b em relação ao movimento inercial solar, Centro de Estudos Teóricos, CTS-95-04, março de 1995.

Charvátova, I., 1995c variabilidade solar-terrestre em relação ao movimento inercial solar, Centro de Estudos Teóricos, CTS-95-08, 2 ª Edição, Novembro de 1995.

Charvátova, I., 1997a fenômenos solares-terrestres e climáticas em relação ao movimento inercial solar, Pesquisas em Geofísica., 18, 131-146.

Charvátova, I., 1997b movimento aparente do Sol (artigo principal), in: Enciclopédia de Ciências Planetárias (Eds. JH Shirley e RW Fairbridge), Chapman & Hall, New York, 748-751.

Charvátova, I., 2006 Movimento Solar (artigo principal), in: Enciclopédia de Ciências Planetárias (Eds. JH Shirley e RW Fairbridge), Springer, Berlim, 748-751.

Charvátova, I., 2000 Pode origem do ciclo de 2400 anos de atividade solar é causada pelo movimento inercial solar?, Annales Geophysicae, 18, 399-405.

Charvátova, I., 2000 O ciclo de movimento solar no 2.402 anos e sua resposta em registros Proxy, Geolines, 11, 12-14.

Charvátova, I., 2007 A periodicidade de 1,6 anos de destaque no movimento solar para os dois planetas interiores, Annales Geophysicae, 25, 1-6.

Charvátova, I., 2009 Long-trm avaliações preditivas de Atividades solar e geomagnética com base feito da similaridade entre os movimentos solares inercial nos intervalos 1840-1905 e 1980-2045, New Astronomy 14, 25-30, doi: 10.1016/j.newast.2008.04.005.

Charvátova, I. e Střeštík, J., 1991 variabilidade solar como uma manifestação do movimento do Sol, J. Atmos.Terr. Phys., 53, 1019-1025.

Charvátova, I. e Střeštík, J., 1995 Mudanças a longo prazo das temperaturas do ar na superfície em relação ao movimento inercial solar, Mudanças Climáticas, 29, 333-352.

Charvátova, I. e Střeštík, J., 2004 periodicidades Entre 6 e 16 anos na temperatura da superfície do ar em relação ao movimento inercial possível solar, J. Atmos. Solar-Terr. Phys., 66, 219-227

Charvátova, I. e Střeštík, J., 2007 Relações entre o movimento inercial solares, energia solar e atividade geomagnética índice aa desde o ano de 1844, Adv. Espaço Res, 40, 7, 1026-1031, doi: 10.1016/j.asr.2007.05.086.

Palus, M., Kurths, J., Schwarz, U., Novotná, D. e Charvátova, I., 2000 é o ciclo de atividade solar sincronizado com o movimento solar inercial?, Int J. Bifurcação e Caos, 10, 2519-2526.

Palus, M., Kurths, J., Schwarz, U., Seehafer, N., Novotná, D. e Charvátova, I., 2007 O ciclo de atividade solar é fracamente sincronizado com o movimento solar inercial, Physics Letters A, 365, 421-428, doi: 10.1016/j.physleta.2007.01.039.

Charvátova, I., Klokočník, J., Kolmaš, J. e Kostelecký, J., 2011 túmulos chineses orientados por uma bússola: evidência paleomagnéticos de mudanças em relação a idade de túmulos, Geophys Studia. et Geode. 55, 159-174.

Fonte:

http://www.klimaskeptik.cz/news/interview-with-dr-ivanka-charvatova-csc-from-gfu/

MICHELE 

http://www.daltonsminima.altervista.org/

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: