Em 2010 começou a mini era do gelo

Este é um artigo que já foi publicado neste blog mas em castiliano (espanhol), agora vou publicar em portuguese porquê é muito interessante.

• Por causa da atividade solar reduzida poderia diminuir a temperatura global de 0,2 graus, um grau centígrado, causando alterações nas comunidades, diz o pesquisador Victor Manuel Velasco Herrera
• De acordo com o modelo desenvolvido pelo especialista ELSY , poderia durar 60 a 80 anos, e gerar várias conseqüências para o homem e você deve estar preparado.
• Há uma forte correlação entre as pandemias históricas que têm existido e eras mini-glaciais.

A mini era do gelo do século XXI começou em 2010 e vai durar entre 60 e 80 anos devido ao declínio da atividade solar, disse o pesquisador do Instituto de Geofísica, Victor Manuel Velasco Herrera.

O fenômeno, segundo ele, poderia causar uma diminuição da temperatura global de 0,2 graus até em 1 grau Celsius, o que geraria mudanças climaticas profundas de acordo com a localização geográfica e, portanto, envolver diferentes consequências.

O especialista desenvolveu uma teoria e um modelo físico chamado ELSY, que confirmou a ligação entre os períodos de mínimos e máximos da atividade secular do Sol, com o aquecimento global e períodos de resfriamento da Terra.

Nenhuma suposição sobre a mudança climática pode explicar por que esses períodos são apresentados. No entanto, este modelo mostra o que aconteceu, o que está acontecendo eo que vai acontecer nas próximas décadas e séculos que se seguiram, ele disse.

Segundo esta teoria, a diminuição da temperatura global é devido à atividade solar reduzida porque estes períodos são alternados em um período secular, que dura 120 anos e, portanto, ele disse, “é um ciclo natural da natureza “.

Na mudança climática, há fatores internos como os vulcões ea atividade humana e externos, como a atividade solar e do Sol, disse ele, o fator mais importante que contribui para o aquecimento e resfriamento que o planeta está passando, disse ele.

Na década de 80 e 90, explicou, as temperaturas máximas foram registradas porque a atividade secular do sol estava no seu auge, e foi o maior nos últimos 300 anos.

Desde 2005, ele (o Sol) entrou num período de transição que pode durar entre 60 e 80 anos, e dependendo da localização geográfica, poderemos haver mutas consequências climaticas, agrícolas e de doenças . Em 2010, mudou-se para uma mini era do gelo “, todo o gelo históricos ocorridos no mundo são prova disso.”

È preciso entender que este arrefecimento não vai compensar o aquecimento global que vivemos, eles são parte da mudança climática. Diagnósticos equivocados, resultaria em uma resposta atrasada a esta adaptação, assim como prejuízos econômicos e humanos.

No auditório do Centro de Ciências Atmosféricas, disse que, independentemente da atividade humana, as alterações climáticas, aquecimento global e de refrigeração sempre existiram como fenômenos naturais.

Velasco Herrera estudou os períodos glaciais e interglaciais, que a Terra tem experimentado e a variabilidade solar.Com os resultados, formulou a sua teoria, que pode ser quantificada em cinco anos de atraso entre  a magnitude da diminuição da atividade solar e seu impacto no nosso planeta. Assim este minimo solar que vivemos terá o seu maior impacto no clima da Terra em 2013-2014 mas que dejá começou em 2010.

Algumas conseqüências são secas em outras, haverá enchentes como tem acontecido historicamente em nosso país durante a mini era glacial. Portanto, a infra-estrutura nacional deve ser preparada nas próximas décadas para alcançar a adaptação às novas condições climáticas.

As pandemias são correlacionadas com idades de mini gelo

Velasco Herrera disse que existe  uma forte correlação entre as pandemias históricas que têm existido e as mini eras glaciais.

Por exemplo, durante o sexto século, houve uma atividade solar secular mínima  chamada de “medieval Mínimo” neste período foi um dos primeiro surto registrado de peste bubônica. No início do século XIV, a Peste Negra matou milhões de europeus. Este evento coincide com o período de baixa atividade solar conhecida como ” Mínimo de Wolf”.

No início do século XVI, durante o “Mínimo de Sporer” a varíola trazida pelos espanhóis nas Ilhas Canárias matou mais que virtualmente toda a população do México e Peru, ajudando os conquistadores dos espanhóis.

No “Mínimo de Dalton”, houve vários surtos de cólera entre 1816-1823. Na última mini era do gelo havia três pandemias. O primeiro em 1918 e 1919 (gripe espanhola), o segundo em 1958 -1959 (gripe asiática) ea última, em 1968 e 1969 (gripe de Hong Kong).

No “2010: Início da mini era do gelo”, disse que não há consenso científico sobre a influência ea responsabilidade do homem no aquecimento global e a poluição ambiental é confundida com a mudança climática. “Não poluir a natureza, mas cuidar do nosso planeta, respeitar uns aos outros para viver em paz e harmonia”, disse ele.

No entanto este ano teremos una super NIÑA……. com mais gelo no hemisferio norte do planeta. 

Aqui as ultimas proieções dela NIÑA, a media da proieções diz um resfriamento do pacifico de 3°C. MUITO MUITO mesmo:

SAND-RIO

5 Comments

  1. Bruno Pinho
    Posted 19 outubro 2011 at 1:49 PM | Permalink

    Bom dia,

    Não entendi a seguinte frase do texto: “È preciso entender que este arrefecimento não vai compensar o aquecimento global que vivemos, eles são parte da mudança climática”
    Se ele não vai compensar então vai ficar tudo na mesma?

  2. Francisco Gomes
    Posted 19 outubro 2011 at 3:27 PM | Permalink

    Acredito que não, o mundo tende a ser mais frio daqui por diante, na verdade a mini era de gelo , poderá na verdade ser uma nova era glacial, já que três fatores estão a contrubuir , a mudança da polaridade da terra, diminuição do magnetismo terrestre e do sol, aumento de penetração de raios cosmicos vindo com uma grande nuven que veio do fundo do espaço sideral gerando mais nuvens, e como foi dito redução da atividade solar. Junta tudo e a terra poderepetir mais um era do gêlo

  3. marcio silva
    Posted 22 outubro 2011 at 2:41 AM | Permalink

    Caros, imagino que o todo esforço de forjar um aquecimento global antropogênico tinha como “deadline” a COP 15, de onde surgiria o suposto acordo global de diminuição das emissões de CO2, mas somente países “bunda-mole” como o Brasil e outros poucos, assinaram contratos de diminuição de atividade industrial e não há mais como o restante da população mundial ter uma falsa impressão de que “acordo global” salvou o mundo, pois está mais frio e não houveram diminuições. Então o tiro saiu pela culatra e só bocós ainda defendem a falsa ciência do “aquecimento global antropogênico”. Por isso meus amigos, o assunto saiu da pauta da globo, ficando somente em voga a eco-doutrinação nos programas infantis, para uma nova tentativa dentro de 10 anos, quando as crianças de hoje virarem os eco-militantes de amanhã…

  4. Posted 29 dezembro 2011 at 12:10 PM | Permalink

    Você pode citar as referências do artigo ” 2010 o início da mini era do gelo”?
    Se possivel envie para o EMAIL.
    OBRIGADO!

  5. gustavo
    Posted 4 fevereiro 2012 at 10:23 AM | Permalink

    Bom dia a todos.

    Interessante como a elite mundial tenta ganhar dinheiro até com as desgraça da humanidade, se eles já sabiam desta nova mini-era do gelo iria começar em 2010, os mesmos começaram antes com toda esta farsa do aquecimento global para neutralizar os países em desenvolvimento e tirar o máximo de proveito financeiro de todos.
    Vamos aguardar para ver se esta mini-era do gelo realmente vai ser forte.
    Abraços.


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: