Conhecimento: entenda o fenômeno do Pilar Solar

Reflexão, difração e refração dos raios luminosos quase sempre produzem belos e enigmáticos efeitos visuais, alguns deles até beirando o sobrenatural. Arco-íris e miragens são os mais conhecidos. No entanto, existem outros efeitos um pouco mais raros, como o Pilar Solar, uma verdadeira coluna de luz que emerge no horizonte.Pilar solar
Clique para AmpliarQuando dirigia seu carro pela cidade de Ontário, no Canadá, o fotógrafo Rick Stankiewicz se deparou com uma dessas colunas e imediatamente registrou o fenômeno, descrito por ele como “estranho e maravilhoso”. Na cena, um poderoso feixe de luz vermelha parece brotar do horizonte e atinge as nuvens espalhadas quilômetros acima, lembrando raios lasers disparados contra o céu nos espetáculos ao ar livre.Batizado como Pilar Solar ou Pilar de Luz, o fenômeno é produzido por cristais de gelo que se formam na alta atmosfera. Ao caírem, têm sua face posterior aplainada pela resistência do ar, permitindo que a luz do Sol vinda de baixo seja refletida em direção ao solo. O resultado é a formação de uma gigantesca coluna de luz que pode medir entre 5 e 10 graus angulares, o equivalente entre 10 e 20 vezes o tamanho visual do disco solar.

Como funciona o pilar solar.Os pilares podem surgir de cima para baixo do Sol ou ao contrário, dependendo de como a luz atinge a face aplainada do cristal. Além disso, a largura do pilar é determinada basicamente pelo ângulo da luz incidente e quanto mais inclinado estiver o cristal, mais largo parecerá o pilar. Algumas vezes, correntes de ventos deslocam os cristais e fazem o pilar se mover sobre o horizonte.

Apesar de serem conhecidos por se formarem pela reflexão da luz solar, os pilares luminosos também podem ser criados artificialmente pela presença de intensas fontes luminosas terrestres. Quando cristais de gelo flutuam próximos a você, pilares, halos e outros efeitos luminosos podem ser vistos em torno de postes de iluminação a poucos metros de distância, criando um efeito ainda mais interessante!



Fotos: No topo, pilar solar registrado pelo fotógrafo Rick Stankiewicz, em Ontário, Canadá. Acima, diagrama mostra como a luz é refletida nas faces planas do cristal de gelo. Crédito: Rick Stankiewicz/Nasa/Apod, Apolo11.com

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: