Ciclo das manchas solares é de pico duplo, dizem astrônomos.

Imagem artigo

O  famoso ciclo solar de 11 anos muitas vezes tem dois picos, em vez de um, e agora uma astrônoma diz que ela sabe o porquê

As manchas solares são legais, manchas escuras na superfície do sol. Eles são pensados ​​para ser o resultado de uma supressão temporária da convecção pelo contorções internas do campo magnético do sol.  É por isso que as manchas são mais frias que seu ambiente.

O tamanho e o número de manchas solares famosa segue um ciclo de 11 anos,(Mais exatamente é de +/- 10.4 anos) e este foi o primeiro fenômeno apontado por Heinrich Schwabe, um astrônomo amador alemão em 1843. Mas em 1967, Mstislav Gnevyshev na Academia Russa de Ciências, destacou que muitos desses ciclos parecem ter dois picos.
Hoje, Katya Georgieva no Espaço e Pesquisa Solar-Terrestre Institute, em Sófia, Bulgária, diz que sabe o porquê. . Seu pensamento implica que todos os ciclos têm dois picos, mas que estas muitas vezes coincidem tornando-os difíceis de arreliar distante.

Ao longo dos anos, os astrónomos construíram uma imagem extremamente detalhada dos padrões estranhos associados com as manchas solares.

Por exemplo, as manchas tendem a se formar em pares com polaridades opostas.

Isso é explicado pela idéia de que o  campo magnetico do Sol forma  loops pequenos chamados tubos de fluxo que se contorcem como elásticos torcidos e, ocasionalmente, de ruptura através da superfície do sol.  As manchas solares se formam nos pontos de saída e entrada destes “loops”, razão pela qual eles formam em pares de polaridade oposta.

As manchas também tendem a se formar em latitudes elevadas no início do ciclo solar. Então, conforme o ciclo progride, eles formam mais perto do equador.

Os astrónomos pensam que a razão para isso é que o campo magnético do Sol tende a oscilar ao longo do ciclo de 11 anos. Assim, o campo tende a se esticar alternadamente na direção norte-sul e, em seguida, na direção leste-oeste, como uma campainha.

Esta oscilação empurra os tubos de fluxo através da superfície perto dos pólos, no início do ciclo e, em seguida, mais perto do equador como a oscilação progride.

O que parece claro é que os pontos estão intimamente relacionadas com as complexas interações entre o campo magnético do Sol e os padrões de convecção em sua camada externa.
Já expliquei tudo isso nos artigos sobre o conhecimento basico do Sol.
O mais simples padrão de convecção é que move calor em um ciclo celular-como, para os pólos ao longo da superfície e depois voltar para o Equador sob a superfície. (Este padrão é então complicada por fatores como a força de Coriolis).

Às vezes, porém, esse padrão pode ser prejudicada por correntes de curto-circuito no ciclo, correntes que fluem para baixo da superfície até as camadas inferiores, ao invés de seguir o ciclo completo para os pólos.
Georgieva diz que os tubos de fluxo segue um padrão semelhante. Alguns seguem o ciclo completo do equador ao pólo, enquanto outros curto-circuito este processo. Estes diferentes padrões de comportamento tendem a empurrar os tubos de fluxo através da superfície em diferentes épocas.

É esta diferença de comportamento que levam aos picos de duplo no ciclo de manchas solares, diz Georgieva. “Essas duas partes do fluxo, quando transformados pela rotação diferencial na base da zona de convecção, dão origem a dois picos de atividade solar”, diz ela.

Isso parece explicar esse aspecto estranho da atividade das manchas solares. Existem muitas outras curiosidades, no entanto.  O trabalho da Georgieva está longe de terminar.

Ref: arxiv.org/abs/1103.4552 : Por que o ciclo das manchas solares é o dobro pala

Eu acho que os dois picos são relacionados aos momentos diferentes entre o ciclo norte e sul dos dois hemisferios solares. Como já falei o hemisferio norte pareçe ser 1 ano e meio mais avanti que o hemisferio sul.

Isso pode ser visto nos graficos do SIDC:


E tambem como podemos ver melhor no grafico a borboleta dos ultimos 2 ciclos solares (fonte SIDC) onde os retangulos pretos incicam o maximos dos dois hemisferios solares. E como é posivel ver os maximos são desfasados!

O problema é que ainda ninguem sabe explicar este momentos diferentes de maximos entre os dois hemisferios!

E tambem no ciclo atual as manchas são a diferentes latitudine entre os 2 hemisferios indicando que esta diferença ainda existe e não deveria exister pela fisica solar e dos plasmas no vacuo do espaço.

Será o aquecimento global da  CO2 humana??? Porqué agora os idiotas explicam tudo com o aquecimento global causado da CO2.

SAND-RIO

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: