Podemos ter um tsunami no Brasil?

Tsunamis são ondas gigantes, provocadas por terremotos no fundo do mar, deslizamentos gigantescos de encostas ou erupções vulcânicas oceânicas. Apesar do Brasil se localizar no centro da placa tectônica sul-americana, sua grande extensão costeira torna o país vulnerável às ondas induzidas por sismos de grande magnitude que possam ocorrer longe da costa.


Já aconteceu
Ao que tudo indica, a costa de São Paulo já foi atingida por um grande maremoto que devastou a cidade de São Vicente. Isso aconteceu em 1541 e devastou a vila construída por Martim Afonso. Até hoje os pesquisadores não sabem ao certo o que causou o tsunami, mas como os europeus já estavam aqui, diversos documentos históricos registram o evento.


Cumbre Vieja
Recentemente, alguns cientistas passaram a se preocupar com uma possível erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado no arquipélago das Ilhas Canárias, na costa oeste da África.

Esse vulcão tem um de seus flancos instáveis e segundo os defensores dessa teoria, caso ocorra uma erupção muito forte poderá desmoronar, despejando no mar mais de 500 bilhões de toneladas de terra. Isso produziria um mega tsunami que se espalharia pelo Caribe, Flórida e costas norte e nordeste do Brasil, além do oeste da Europa.

De acordo com alguns modelos, as ondas teriam 40 metros de altura e chegariam ao Brasil em 8 ou 9 horas.

Apesar de catastrófica, a hipótese de um tsunami provocado pelo Cumbre não é compartilhada por todos os cientistas, que acreditam que o vulcão não tem energia suficiente para provocar um mega terremoto dessas proporções.

Em 1949, uma erupção fez o cume da montanha cair vários metros adentro do Oceano Atlântico, mas não provocou qualquer tsunami.

O vulcão apresenta fortes erupções a cada 200 ou 300 anos e a última grande erupção ocorreu em 1971, também sem consequências. Isso significa que se depender do Cumbre Vieja podemos ficar tranquilos pelos próximos três séculos.

Gráfico: Modelo matemático mostra uma hipotética erupção do Cumbre Vieja e a possível formação de ondas gigantes. Segundo o modelo, as ondas chegariam à costa norte e nordeste do Brasil em seis horas. Crédito: “Mega-tsunami: Wave of Destruction” British Broadcasting Corporation.

Artigo de: http://www.apolo11.com/ que quando não fala a toa de aquecimento global é um ottimo site.

SAND-RIO

Anúncios

One Comment

  1. Robson DE JESUS OLIV
    Posted 22 março 2011 at 1:15 AM | Permalink

    Gostei muito da materia, nao sou especialista em vulcoes, sou apenas simples estudante, mas nao podemos dizer que estamos livres deste VULCAO AMECADOR.Porque um Ano pra Deus e Um dia e Um Dia pra Deus e um ano.Tenhamos que estas preparado, ha algo que nos espera sem dizer boas vindas.
    Cordialmente! Robson de Jesus Oliveira.


Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: