Erupção de um maçico filamento solar captado pela SDO

 

O Solar Dynamics Observatory satélite captou ontem esta imagem. Um maçico filamento sobre o Sol entrou em erupção em uma exibição impressionante como aqui nos vídeos abaixo.

A erupção solar gigante foi criada por um longo filamento de plasma magnético, que se estendeu para uma espantosa 435.000 milhas (700.000 quilômetros).  Este valor é quase o dobro da distância entre a Terra e a Lua, que é de cerca de 238.857 milhas (384.403 km)



A localização da erupção e a  configuração do campo magnético e a direcção da erupção sugerem que o impacto do evento sobre a Terra será muito limitado. Como de fato não foram abservadas consequencias na Terra. Só o Solar Flux subiu para 90 e depois caiu para os normais 85 poucas horas depois.

http://www.youtube.com/v/P9Raip0Bd3c?version=3&rel=1&fs=1&showsearch=0&showinfo=1&iv_load_policy=1

Aqui está um segundo vídeo, mostrando mais detalhadamente:

http://www.youtube.com/v/HQmaArGsiaA?version=3&rel=1&fs=1&showsearch=0&showinfo=1&iv_load_policy=1

Do YouTube: Um filamento solar muito longo  que havia sido serpenteando ao redor do Sol explodiu hoje (06 de dezembro de 2010) com um floreio.  O Dynamics Observatory (SDO) da  NASA registrou  a ação dramática em detalhe em luz ultravioleta extrema de Hélio. Fazia quase um milhão de km de comprimento ((cerca de metade de um raio solar) e uma característica proeminente sobre o Sol visível durante duas semanas antes de rodar fora de vista. Filamentos são alongados nuvens de gases frios suspensas acima do Sol por forças magnéticas. Eles são bastante instáveis e muitas vezes se rompem.

Naturalmente esses eventos não afectam a actual fraqueza do ciclo solar que continua na sua fase de actividade minima.
SAND-RIO

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: