Situação da NIÑA ao fim de setembre

A previsão climática de consenso para o trimestre outubro, novembro e dezembro de 2010 (OND/2010) aponta para a maior probabilidade de ocorrência de chuvas acima da média no norte da Região Norte e abaixo da média no centro-sul do Brasil. Esta previsão foi baseada no resultado de modelos climáticos (dinâmicos e estatísticos), que também indicam a persistência do fenômeno La Niña nos próximos meses. As temperaturas estão previstas na categoria acima da normal climatológica no centro-sul do Brasil, que inclui a Região Sul e parte das Regiões Centro-Oeste e Sudeste. Nas demais áreas do País, estão sendo previstos valores em torno da normal climatológica.

O padrão da temperatura da superfície do mar (TSM) observada no mês de agosto sobre o Oceano Pacífico Equatorial indica o estabelecimento do fenômeno La Niña. O fenômeno é caracterizado pelo aumento das anomalias negativas de TSM na região do Pacífico Equatorial e a maior intensidade das chuvas na região da Indonésia. Os ventos alísios de sudeste se intensificaram em torno da Linha de Data (180º) e sobre a região da Indonésia, o que também favoreceu o aumento da atividade convectiva sobre esta área. Esta configuração pode ter contribuído remotamente para uma anomalia anticiclônica, estabelecida nas adjacências da costa leste da América do Sul, em baixos e altos níveis da atmosfera, mantendo as temperaturas acima da média e a baixa umidade relativa do ar na maior parte do Brasil. Verificou-se também a diminuição da magnitude das anomalias positivas de TSM na região do Oceano Atlântico Tropical.

A temperatura da superfície do mar (TSM) no Pacífico Equatorial Central e Oriental, a leste da linha de data, está abaixo do normal, enquanto no oeste do Pacífico é maior que o normal. A convecção ao redor e oeste da linha de data permaneceu abaixo do normal. As condições atuais são consistentes com Niña fase do evento. Por sua vez, de acordo com a evolução recente e as condições atmosféricas oceânicas, bem como as previsões computacionais, estas condições foram mantidas até o início do outono de 2011.
Como tem sido observado desde os meses de verão, em setembro manteve a tendência de arrefecimento na TSM do Pacífico equatorial e Europa Oriental. Entre o litoral da América do Sul e 160 º anomalias de TSM E foram negativas (Figura 1), em particular foram observados núcleos com menos de SST -2,0 º C entre 160 ° W e 120 ° W e perto da costa sul-americana. Na região da Indonésia e norte da Austrália TSM permaneceu acima do normal.

 

As anomalias são calculadas em relação ao promedio 1982-1996

 

No que respeita à evolução semanal das anomalias de TSM média nas regiões Niño nos meses de setembro continuou a mostrar o resfriamento mesmo, deixando anomalias negativas nas quatro regiões.  Os valores apresentados na semana que terminou em 03 de outubro foram: -1,0 ° C na Niño 3, -1,5 ° C no Niño 3.4 e -1,2 ° C na região Niño 4.

Como em meses anteriores, em setembro, os ventos alísios sobre o Pacífico equatorial foram intensificados a oeste de 160 ° W, enquanto o leste permaneceu normal para abaixo do normal. Em níveis mais altos da atmosfera apresentaram alterações da circulação ciclônica a sul ea norte do Equador, no Pacífico oriental, uma característica típica fase Niña.

No que respeita aos níveis de sub-superfície do Pacífico equatorial durante setembro persistiram anomalias de TSM em torno e no leste da linha de data. O núcleo frio mostrou um movimento para leste, juntamente com uma intensificação, atingindo anomalias  abaixo de -5 ° C, e um enfraquecimento subsequentes ao final do mês.  Na média de cinco dias que terminam 05 de outubro mostraram um núcleo de água fria com anomalias máxima abaixo de -4 ° C, localizado a leste da linha de data e de 50 m e 200 m de profundidade. Por outro lado, um núcleo água mais quente do que normal acima de anomalias 1 ° C, foi encontrada a oeste de 180 ° e entre 5-20 m de profundidade.

A Figura 2 mostra a evolução do Índice de Oscilação Sul (IOS) e 30 dias média móvel.   A SOI ao 30 de setembro, caiu para um valor de 24,9, e no dia  01 de outubro foi de 25,5, o valor alcançado é a  maior registrada até agora neste ano. Como em meses anteriores, em setembro, a atividade convectiva foi menor do que o normal ao redor e oeste da data limite e foi superior à normal na região da Indonésia e norte da Austrália.

Fonte: Gabinete de Meteorologia da Austrália

O Índice Oceanico de El Niño –  média móvel de tres meses de anomalia de TSM sobre a região de 3,4 Niño – foi positiva entre abril e junho trimestre de 2009 a abril-junho de 2010, e atingiu um pico de 1,8 º C em novembro 2009-janeiro trimestre de 2010.  Ele então começou a declinar, deixando negativas de julho trimestre maio. O valor para o trimestre julho-setembro de 2010 foi de -1,0 º C.

Previsões:

Quanto à evolução do ENOS para os próximos três meses, a maioria das previsões dos modelos dinâmicos e estatísticos são de acordo sobre uma redução gradual nas anomalias positivas de TSM no Pacífico leste-central. Em especial para a região Niño  3,4 , as anomalias de TSM previstas para a outubro-novembro (OND) de 2010 ° C intervalo entre -2,3 e -0,7 ° C (Figura 3). Expressos em valores probabilísticos, há uma possibilidade de 98% para a fase Niña continuar no trimestre OND 2010, enquanto que esta probabilidade diminui para 82% no trimestre fevereiro-abril de 2011 (FMA). Então a fase Nina deverá manter-se até início do outono de 2011.

FONTE: CPC-NOAA – U. S. MESA DE METEOROLOGIA – Austrália – IRI

Com a fase Niña no Oceano Pacifico as anomlias das temperaturas do mar na região Nino 3.4, cairom:

RESUMINDO

Atualmente, o oceano Pacifico Equatorial presenta TSM  menos o normal entre a costa da América do Sul e 160 º E, enquanto o norte da Austrália e da Indonésia, continuam acima do normal.

Os ventos alísios no Pacífico equatorial foram mais intensos na maior parte central e oeste do Pacífico equatorial.

No sub-níveis de superfície do Pacífico equatorial permaneceu o núcleo de anomalias negativas com um movimento lento para o oriente.

O IOS termina 01 de outubro foi de 25,5, o maior até agora em 2010.

A convecção ao redor e oeste da linha de data foi abaixo do normal na região da Indonésia e no norte da Austrália foi maior do que o normal.

A maioria dos computadores • Os modelos prevêem para a outubro-novembro-dezembro de 2010, SSTs abaixo o  normal na faixa da região  Niño 3.4, o que representa uma fase Niña.

SAND-RIO

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: