Orégano: a mais nova arma contra o aquecimento global

Começo com este artigo  uma série de notícias idiotas e ridiculas que os fanáticos do aquecimento global estão a tentar fazer-nos crer interessantes para combater… as mudanças climaticas naturais do planeta Terra. Todos os artigos serão ragrupados na categoria: NOTICIAS DE RIR SOBRE O AGW.

Suplementos de orégano adicionados à alimentação do gado ajudam a diminuir a emissão de gás metano na atmosfera.

Cientistas da Universidade da Pensilvânia descobriram que suplementos de orégano na alimentação de bovinos ajudam a reduzir em 40% as emissões de metano em vacas, uma dos conhecidos agravantes do aquecimento global. De quebra, o orégano também aumenta a produção de leite.

Cientistas procuram meios de diminuir a emissão de metano na pecuária. O orégano pode ser um deles

O metano é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa, uma das causas do aquecimento global – ele ajuda a reter na atmosfera parte da radiação solar refletida pela superfície da Terra e absorvida pelos e dióxido de carbono, e com isso as temperaturas aumentam. Comparado com outro gás-vilão, o dióxido de carbono, o metano tem 23 vezes mais potencial de criar o aquecimento global. E um dos maiores emissores do gás são os animais ruminantes, como bovinos, ovinos, caprinos e cervos – a pecuária responde por 16% das emissões totais de metano no planeta.

O gás é produzido naturalmente pelos animais em um dos quatro estômagos do complexo sistema digestivo. Quando a vaca digere seu alimento, bactérias presentes no rúmen – o maior dos estômagos – fermentam o material para liberar seus nutrientes, e um dos subprodutos é o metano. Quanto mais fibra presente na dieta, maior a emissão de metano.

Mas o orégano, em forma de suplemento adicionado à ração, inibe as bactérias metanogênicas, o que reduz a produção de metano. “Ele aparentemente também inibe outras espécies de bactéria, mas isso não afeta a fermentação global no rumem”, disse Alexander Hristov, autor do estudo.

As oito vacas do experimento produziram um litro e meio a mais de leite do que as que não tomaram o suplemento de orégano. Hristov acredita que isto esteja atrelado ao fato das vacas deixarem de perder de energia com o gás metano, que são cerca de 7% da energia bruta do alimento. Desta forma, elas podem usar a energia que seria usada na transformação do metano para a síntese do leite.

O professor vai continuar seu estudo. Ele pretende fazer testes em outras oito vacas. “O orégano é muito caro para servir de alimento para o gado, vamos estudar os componentes do orégano para que possamos criar um suplemento sintético”, disse ao iG.

Hristov disse que alguns compostos presentes no orégano, como carvacrol, geraniol e timol, parecem desempenhar um papel mais importante na supressão de metano. Identificar os compostos ativos é importante porque compostos puros são mais fáceis de produzir comercialmente e mais econômica para os agricultores a usar.

Maria Fernanda Ziegler, iG São Paulo | 22/09/2010

fonte:

http://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/meioambiente/oregano+a+mais+nova+arma+contra+o+aquecimento+global/n1237782222656.html

TEREMOS CARNE BOVINA JÀ TEMPERADA PARA O NOSSO CHURRASCO? E POR QUE NÂO AROMATIZAR TAMBEM AS CARNES DOS FRANGOS COM DIFERENTES SABORES A ESCOLHA DO CONSUMIDOR?   EU SUGIRO: ALHO, CEBOLA, MANJERICÃO, OREGANO, SALVIA E ROSMARIN. O MESMO È VALIDO TB PARA AS CARNES BOVINAS NO FUTURO SE A INICIATIVA  DAS CARNES COM SABOR DE OREGANO TERÀ SUCESSO. SE ALGUEM QUERE SABORES DIFERENTES È SÒ PEDIR, OS ALARMISTAS CLIMATICOS SERÃO DISPONIVEIS!

SAND-RIO

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: