Esta é uma lista de cientistas e fisicos solares que previram um Profundo Mínimo Solar e um Grande Resfriamento Global.

1. Dr. Habibullo Abdussamatov: Academia Russa de cientistas.Chefe de Pesquisas Espaciais do Observatório de Pulkovo, São Petersburgo.

Comentário: RIA Novosti, 25 agosto de 2006: “Khabibullo Abdusamatov e seus colegas argumentam que um período de forte resfriamento semelhante ao da Pequena Era do Gelo inicia em 2010-2015 e poderia bater seu pico em 2055-2060, devido a uma mínimo solar profundo e será muito semelhante ao Minimo de Maunder “.

2. David Archibald. Summa Development Limited (Austrália).

De seu estudo: Archibald, DC (2006), os ciclos solares de 24 e 25 e previu resposta do clima, Energia e Ambiente, vol.17, no.1.

“Baseado no fato de que o ciclo 24 e  25 têm um pico de 50 SSN, podemos esperar uma queda na temperatura global de 1,5 ° C por volta de 2020.”

3. Dr. OGBadalyan e Obridko Dr.VN, Instituto de Magnestism Terrestre. Rússia, Dr.J.Sykora. Instituto Astronómico da Academia de Ciências da República Eslovaca.

Do seu estudo: Balalyan, OG, VN Obridko, e J. Sykora, (2000),  Brilho da linha verde coronária ea previsão para os ciclos de atividade de 23 e 24, Física Solar, 199: pp.421-435.

” Comentário do estudo: “Um aumento gradual na atividade do ciclo 23 permite-nos afirmar que o próximo ciclo de 24 atingirá um pico de 50 SSN equivalente ao mínimo de Dalton.”

4. Dr. Bonev BP, Kaloyan Dr. M. Penev, Dr. Stefano Sello.

Do seu estudo: Bonev, BP, et. al., (2004), Longo prazo da variabilidade solar dos ciclos  solares no seculo21, The Astrophysical Journal, Vol. 605, L84 pp.L81.

“Chegamos à conclusão de que a era atual do aquecimento global é ao fim devido ao começo de um longo período de baixa atividade solar”

5. John L. Casey, Diretor Espaço Centro de Pesquisa e Ciência. Orlando, Florida

A partir do relatório de investigação do centro: Casey, John L. (2008), A existência de “ciclos relacionais” da atividade solar sobre `escala multi-decadl centenária, como modelos da mudança do clima na Terra.  SSRC Relatório de Pesquisa 1-2008 – A Teoria da RC, www.spaceandscience.net .

“Como resultado da nossa teoria, podemos prever que o proximo mínimo solar seguinte poderia começar dentro dos próximos 3-14 anos e continuar  por 2-3 ciclos solares. Nós estimamos que haverá uma queda na temperatura global de 1-1.5 ° C se não mais, pelo menos, como aconteceu durante o mínimo de Dalton.

6.Dr. Peter Harris. Engenheiro aposentado, Queensland, Austrália.

De sua análise dos ciclos glaciais e interglaciais, ele concluiu que há uma probabilidade de 94% de um resfriamento global iminente e o início de uma nova era glacial.

7. Victor Manuel Velasco Herrera. Pesquisadore da Universidade Nacional Autônoma do México.

Este é o seu parecer emitido em agosto de 2008: “… em dois anos ou pouco mais  começará um período de resfriamento global, levando a uma pequena idade do gelo que durará  60-80 anos”

8. Dr’s. YTHong, HB Jiang, TS Liu, LPZhou, J.Beer, HD Li, XTLeng, B.Hong, and XG Qin .

De seu trabalho: Resposta de clima para a forçante solar gravado em 6000 anos (isótopos) O18 série temporal de celulose na turfa chinês.  O Holoceno 10,1 (2000) pp 1-7.

Mostrando a sua investigação sobre a medição do “O18 isótopo que foi maior nos períodos mais frios do clima da Terra é possível concluir que:” Se a tendência continuar dell’O18 depois de 1950 … o próximo máximo dell’O18 esperamos entre 2000 e 2050, resultando em uma diminuição da temperatura global “

9.Dr. Boris Komitov, Academia Búlgara de Ciências, Instituto de Astronomy, eo Dr. Kaftan Vladimir: Instituto Central de Pesquisa de Geodésia, de Moscou.

Do seu papel: Komitov, B. e V. Kaftan, (2004),  A atividade de manchas solares nos dois últimos milênios, com base em índices e instrumentado indireta: modelos de séries temporais e suas extrapolações para o seculo 21, documento apresentado na União Astronómica Internacional Symposium No. 223.

Comento sobre suas pesquisa: “Do nossas extrapolações para o século 21, verifica-se que um minimo solar supercentenario ocorrerá dentro das próximas décadas. ” Ele será semelhante ao mínimo Dalton, mas provavelmente mais … “

10. Dr. Theodor Landscheidt (1927- 2004),, Instituto de Investigação em Schroeter ciclos da atividade solar, Canadá)

Este é o seu comentário após longos anos de pesquisa sobre o Sol: “Contrariamente às afirmações sobre a poluição do IPCC antropogênica como causa do aquecimento global,  eu digo em vez que haverá um longo período, o esfriamento global que terá  sua fase máxima cerca de 2030 .. “

11. Dr. Ernest Njau: University of Dar es Salaam, Tanzania.

De seu papel:, E., (2005), previsõe para suspender a actual tendência no aquecimento global, energia renovável, Vol.30, N º 5, pp.743-752.

Discurso do seu trabalho: “… a temperatura média global atingiu o seu pico em 2005, após o qual esperamos uma forte tendência para baixo …”

12. Dr. Tim Patterson: Dept. of Earth Sciences, Carleton Univ., Can.

De um artigo ao Calgary Times: 18 de maio de 2007: “Em 2020, o ciclo de 25 anos será o mais fraco desde a Pequena Idade do Gelo …”

13.Dr ‘s. Ken K. Schatten and WKTobiska .

No seu trabalho apresentado na 34 ª reunião da Divisão de Física Solar American Astronomical Society, Junho de 2003:

“O resultado surpreendente das nossas previsões sobre os ciclos solares é um rápido declínio na atividade solar, a partir do ciclo número  24. Se esta tendência continuar nós podemos reviver um outro periodo de resfriamento estilo Mínimo de Maunder … “

14. Dr. Sorokhtin Oleg. Emerida Cientista da Rússia e membro da Academia Russa de Ciências Naturais e pesquisador do Instituto de Oceanologia.

A partir de seus artigos recentes sobre a mudança climática, ele disse: “Os astrofísicos sabem dois ciclos solares, de 11 anos e 200 … a Terra passou o auge do seu período mais caldo, e em breve uma nova fase de frio cheguerá  a partir de 2012.  O frio de verdade virá ao redor 2041, quando a atividade solar atingerá a sua fase de menor actividade e vai durar pelo menos 50-60 anos … “

15. Dr’s. Ian Wilson, Bob Carter, and IA Waite .

Do seu papel:  Um acoplamento entre a órbita  do Sol e os planetas jovianos governam o ciclo solar. Publicações da Sociedade Astronômica da Austrália, 25 (2), 85-93 Junho de 2008).

“Nós acreditamos que o nível de atividade solar diminuirá significativamente na próxima década e permanecerá baixo por cerca de 20-30 anos.  Todas as vezes que o sol era com pouca atividade há muito tempo passado, as temperaturas caíram, em média, por 1-2 ° C “

16. Dr’s. Lin Zhen-Shan and Sun Xian . Nanjing Normal University, na China

De seus trabalhos em Meteorologia e Física da Atmosfera, 95,115-121: análise multi-escala das mudanças de temperatura global e a tendência de queda nas temperaturas nos próximos 20 anos.

“… Acreditamos que a mudança climática global vai entrar numa fase de resfriamento global nos próximos 20 anos …”

Estes são apenas excertos dos estudos  de alguns cientistas que acreditam que é o sol o principal agente das mudanças climaticas globais do planeta e proporcionar uma temperatura global em resfriamento a partir do próximo ano. Só o tempo dirá quem vai estar certo, ou o IPCC ou o chamados “negacionistas”.

Só estou triste por ver que entre esses cientistas não está o grande Timo Niroma … Descanse em paz … Vou publicar em breve os seus estudos estatisticos porqué Timo Niroma foi o primeiro que falou muitos anos atras da fase minima actual do Sol e das fases minimas proximas.

Fonte: http://www.spaceandscience.net/sitebuildercontent/sitebuilderfiles/researcherswhopredictsolarhibernationorclimatechangetocoldera9-22-08.do

http://daltonsminima.altervista.org/?p=4735

SIMON

About these ads

2 Comments

  1. Udo Wrany
    Posted 15 outubro 2010 at 4:34 PM | Permalink

    Acompanhando as atividades do Sol há algum tempo,também acredito que o planeta Terra e os demais, passarão por um resfriamento.
    No entanto, os cientistas e políticos do IPCC já estão se mobilizando com iniciativas antropogênicas para “parar” o aquecimento global. Estas ações bilionárias, seriam inócuas se dependessem delas para o planeta parar de aquecer. Mas o previsto esfriamento será creditado a estas iniciativas para que a “torneira” dos dólares não se feche. O Sol neste caso não tem a menor importância.
    O tempo dirá quem tem razão.

  2. Posted 9 outubro 2014 at 3:18 PM | Permalink

    Caro Sandy.
    .
    Na tua lista está faltando alguém que nas décadas de 40 e 50 associou o ciclo solar com o clima, o nome dele é Sampaio Ferraz.
    .
    Este senhor em 1939, publica na Revista Brasileira de Geografia com os poucos dados disponíveis na época, um trabalho intitulado: “Subsídio para o Estudo de um Ciclo Climatológico do Sueste Brasileiro – Temperaturas máximas de Rio de Janeiro no Período de 1879-1938”
    .
    Neste trabalho, na página 8 há importantes conexões entre a quantidade de gelo na Antártica, a temperatura no Rio de Janeiro e os ciclos solares.
    Posteriormente ele continua com seu trabalho sempre tentando conectar o clima com as manchas solares, inclusive apresentando em 1940 no Oitavo Congresso Científico Americano em Washington em 1940 um trabalho intitulado: Sugestions for Explanation of Probable Connections betwee Solar Activity and Rainfall Variations in Southeasten Brazil (Proceedings of the Eíghth Scíentific Congress, May 1940. Washington, D.C. 1942. Vol. VII, p. 373.).
    .
    Ele segue com outras publicações até 1950 como a na Revista Brasileira de Geografia, ano XII, Jan.-Mar 1950 nº1 p4-15 com o título: Iminência duma “Grande” seca Nordestina.
    .
    A biografia com seus principais trabalhos pode ser achada em:
    .

    http://www.brasiliana.com.br/pop/pop_bio/43/70da4d5749e36d8f7fe70be9ce882752


Comente

Required fields are marked *

*
*

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 99 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: